HISTÓRIA DE UM BURACO

Há exatos dois meses, uma tubulação da Cagepa se rompeu num trecho da já sofrida rua Rafael Mororó, uma colcha de retalhos do Rangel. A rua ficou inundada em plenas nove horas da noite.

2016-05-06-22.00.47.jpg.jpg

Essa história nós já contamos aqui com uma série de fotos que entrou no ar momentos depois do estouro do cano. O resultado não poderia ser outro: uma madrugada inteira sem água.

A tubulação foi consertada no dia seguinte, e já ao meio-dia do dia seguinte a água voltou às torneiras do bairro.

2016-05-07-11.13.30.jpg.jpg

Eu achei que o cano estava resolvido, até coloquei isso no título da matéria. Quis acreditar na Cagepa e… Quebrei a cara.

Acontece que o problema não terminou aí. Dias depois do serviço da foto acima, a tubulação voltou a apresentar problemas. O que pode ter sido supostamente uma rachadura ou furo num dos canos recém-substituídos virou uma verdadeira mina d’água. O cano foi consertado uma segunda vez. E a mina voltou.

2016-07-06-14.52.24.jpg.jpg

Agora, a Cagepa consertou a tubulação pela terceira vez – pode pedir música no Fantástico. Não está mais minando água. Só faltou mesmo consertar o calçamento.

A Rafael Mororó é uma colcha de retalhos em forma de rua. A via, que atravessa as três principais ruas do Rangel, é um corredor de passagem de carros e caminhões que fazem entregas para os supermercados da rua. Nos últimos anos, várias tubulações da companhia de água já estouraram e o calçamento apresenta desgastes. Além das trapalhadas da Cagepa, a Prefeitura também não colabora quando faz paliativos na via, e o resultado é que ambos os órgãos transformam a rua numa verdadeira colcha de retalhos, onde o calçamento original, de paralelepípedos, é todo remendado por asfalto.

Ao invés da via ser asfaltada de uma vez, já que virou rota de caminhões pesados, a via recebe remendos de asfalto à prestação. E assim mais um buraco surge para ser no futuro tampado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entendendo os algoritmos do Instagram WhatsApp não irá limitar quem não aceitar nova política de privacidade Truques para ativar a função de pagamentos do WhatsApp Como exibir o número de curtidas no seu Instagram WhatsApp libera função de acelerar áudios Storytelling da Luneta Novos recursos de áudio do Facebook E se eu não aceitar os novos termos de uso do WhatsApp? Visualizando o número de curtidas no Instagram Pagamentos pelo WhatsApp: aprenda como configurar Função de pagamentos do WhatsApp é liberada Recursos da integração do Instagram com o Messenger