Image

Pesquisas do ano no Google: o quanto fomos curiosos em 2023 – Parte 1

Quem o Brasil pesquisou tanto nas Pesquisas do Ano em 2023? Muita coisa mudou, mas os assuntos que foram quentes no ano que passou seguem firmes e fortes.
, ,

Tradição é tradição, e cá estamos nós mais uma vez aqui. Como você já deve saber, todos os anos o Google divulga o seu Year in Search, ou melhor, as pesquisas do ano, e eu não iria deixar de mostrar o quanto fomos curiosos em 2023. Os três posts + web story da série vão ao ar no terceiro post do dia até a quinta-feira. E como vocês sabem, todo ano eu comento como foram essas pesquisas aqui no site.

O ano de 2023 talvez seja o ano de um recomeço pós-pandemia, de um Sol que nasceu depois da tempestade. O primeiro ano para valer desse novo tempo que pensamos que iria demorar para chegar. E quando ele chegou, foi para valer. É assim que a gente faz o balanço desse ano que está terminando.

Diferente do ano passado, dessa vez os resultados divulgados pelo Google, serão divididos em três posts com cinco tabelas cada – ano passado foram 18 tabelas, esse ano são 15. Assim, teremos 5 tópicos por dia, no terceiro post, após as artes digitais.

E como dizia no ano passado e no ano retrasado, vamos começar pelo começo.

Os acontecimentos de 2023

O acontecimento mais comentado de 2023 foi a Copa do Mundo Feminina, que neste ano aconteceu entre julho e agosto, na Austrália e na Nova Zelândia e passou a adotar o formato de 32 seleções com 8 grupos de 4 cada, formato esse usado na Copa do Mundo Masculina até 2022 – em 2026 será com 48 seleções. Lembrando que na Copa Feminina o Brasil foi eliminado na fase de grupos, e a Espanha foi campeã pela primeira vez.

O submarino desaparecido era aquele da OceanGate, que milionários pagaram caro para ir ver os destroços do Titanic no Atlântico Norte, a quilômetros de profundidade no meio da escuridão. Assim como a maior parte dos passageiros daquele navio que afundou em 1912, eles nunca mais voltaram. O submarino implodiu em junho com 5 pessoas a bordo, incluindo o fundador da OceanGate.

E o Eclipse Solar de 14 de outubro, que eu fui ver in loco e que foi tema de um dos desenhos do recém-concluído terceiro caderno de #96folhas? Também está na lista, assim como a Lua Azul de dois meses antes.

A posse do Lula, que aconteceu no dia 1º de janeiro e a greve do metrô de São Paulo, que aconteceu no mês passado (houve mais de uma paralisação, inclusive), também estão entre os acontecimentos do ano, assim como o terremoto na Turquia em fevereiro, a onda de calor que atingiu várias regiões brasileiras desde o mês passado (outros pontos do mundo também), e o debate sobre a Reforma Tributária.

Sem esquecer o conflito em andamento em Israel, que desde o dia 7 de outubro está em guerra contra o Hamas, grupo terrorista que controla a Faixa de Gaza. O conflito começou quando os terroristas invadiram e bombardearam território israelense, matando e sequestrando pessoas. Alguns reféns foram libertados em uma trégua temporária.

Personalidades em evidência

2023 foi o ano em que as personalidades renderam no noticiário. A personalidade mais pesquisada do ano foi Kayky Brito; o ator foi vítima de atropelamento em 2 de setembro na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, ao ser atingido por um carro de aplicativo. Depois dele vem a atriz Larissa Manoela, que teve seu nome em evidência neste ano por conta de um conflito familiar: ela tirou os pais da gestão de sua carreira e passou a fazê-la por si mesma, já que os pais estariam faturando a maior parte do que ela ganhava.

O nome da modelo e apresentadora Ana Hickmann entrou em evidência no final do mês passado, após o relato de que ela foi agredida pelo marido, de quem está se separando. Já o ex-jogador Daniel Alves praticamente passou o ano de 2023 na cadeia, após ter sido preso por acusação de estupro em uma casa noturna. O ator Sidney Sampaio aparece nesta lista por conta do episódio da queda do quinto andar de um hotel em Copacabana, no Rio de Janeiro, em agosto.

O apresentador Faustão passou por um transplante de coração também em agosto, após passar por um quadro de insuficiência cardíaca, no que foi necessário o transplante por conta do agravamento do quadro clínico. Ele recebeu alta dias depois e está em casa.

A personalidade internacional mais pesquisada no Brasil foi Jeremy Renner, que no primeiro dia do ano foi atropelado por uma máquina de limpar neve. O ator, conhecido por sua interpretação do personagem Gavião Arqueiro em vários filmes da Marvel, está em recuperação.

Bruno Mars e Taylor Swift aparecem nesta lista pela repercussão de suas passagens pelo Brasil. Bruno Mars participou do festival The Town por dois domingos seguidos e chamou atenção por sua simpatia, com direito a vídeo de agradecimento que até hoje viraliza nas redes. Taylor Swift trouxe sua turnê The Eras Tour para o país, passando pelo Rio de Janeiro e São Paulo no final do mês passado.

E o Dalai Lama? O líder espiritual está nesta lista por conta da polêmica na qual se envolveu em abril após a divulgação de um vídeo onde ele aparece beijando um menino, no qual teve que se desculpar.

Ah, o caldeirão político…

Nunca o brasileiro se informou tanto sobre política como nesses últimos anos, e não para menos o Google fez uma tabela dedicada apenas a este tema. Tudo aqui se liga e não tem uma ordem.

Começa pela posse do Lula, já mencionada, em 1º de janeiro, sucedendo Jair Bolsonaro, que perdeu a eleição do ano anterior, mas manteve sua base mobilizada. Alguns apoiadores acamparam na frente de quartéis após a eleição de 2022, mas é no acampamento de Brasília que uma semana depois da posse do Lula, se desenrola uma série de ataques aos prédios dos Três Poderes, que terminaram com várias pessoas presas e um decreto de intervenção federal na Segurança Pública do Distrito Federal, que deveria resguardar a ordem na cidade, no que teria falhado. Isso custou o cargo de Secretário de Segurança Pública do DF a Anderson Torres, que era até o final de 2022 ministro da Justiça no governo Bolsonaro, bem como o próprio governador do DF foi afastado temporariamente do cargo por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes.

Torres foi preso por conta do que foi considerado omissão da Segurança Pública do DF, uma vez que, como mencionado, era secretário da pasta. Teve sua liberdade provisória concedida pelo próprio Alexandre de Moraes após 117 dias preso. Anderson Torres ainda aparece também por conta de ter sido encontrada na sua casa uma minuta de um decreto de Estado de Defesa que seria decretado após a eleição de 2023, o que foi chamado de “minuta do golpe”, bem como outras provas do que seriam conteúdos golpistas.

Ainda nesse contexto aparece o nome do senador capixaba Marcos do Val, que foi investigado por obstruir investigações sobre os atos de 8 de janeiro, em uma operação da Polícia Federal autorizada por Alexandre de Moraes. Foi ainda revelado que ele teria sido coagido por Jair Bolsonaro para participar de uma suposta trama golpista.

Voltando a Jair Bolsonaro, o ex-presidente foi julgado no TSE por conta de uma reunião com embaixadores em julho de 2022, onde colocava em dúvida o sistema eleitoral brasileiro (o que ele sempre fez em suas duas campanhas para presidente, inclusive), no que foi interpretado como abuso de poder político e de uso de meios de comunicação (a reunião foi exibida no canal governamental), no que ele foi declarado inelegível (impedido de se candidatar a cargos eletivos) até 2030.

Vários assuntos considerados sensíveis ao governo de Jair Bolsonaro foram colocados em sigilo de 100 anos, sendo que alguns deles foram derrubados pelo atual governo.

Já o ex-procurador da República e ex-deputado Deltan Dallagnol, famoso por sua participação na Operação Lava-Jato, aparece nesta lista justamente porque sua carreira como deputado não durou o tempo que esperava; teve o registro de sua candidatura a deputado federal – e por tabela o mandato, já que foi eleito – cassado pelo TSE por ter renunciado ao cargo de procurador da República enquanto ainda respondia a reclamações disciplinares e sindicâncias no Conselho Nacional do Ministério Público.

Os debates da Reforma Tributária aparecem nesta lista. Ela segue em tramitação (ela já fora aprovada no Senado, e por ter passado por ajustes, voltou para a Câmara dos Deputados) e promete simplificar as regras sobre como União, estados e municípios cobram os impostos que nós pagamos.

Por último, temos a presença da atual primeira-dama do Brasil nesta lista. Rosângela Lula da Silva, conhecida como Janja. Acompanhando o marido em praticamente todos os momentos, ela esteve em evidência durante o ano todo. Ontem, Janja teve sua conta no X (aquela rede que já foi do passarinho) invadida, caso esse que já está sendo investigado pela Polícia Federal.

O distintivo na camisa do uniforme

Com esta breve referência a canção da banda Skank, composta pelo seu vocalista, Samuel Rosa, em parceria com Nando Reis, a referência mais forte ao futebol nas pesquisas do Google foi em relação aos clubes. Jogadores badalados indo para clubes e ligas que até então pouca gente ouviu falar, times que se destacaram sendo campeões pela primeira vez, o futebol foi além das fronteiras da Europa e da América do Sul neste ano de 2023.

Começamos pelo clube saudita Al-Hilal. Ele aparece na ponta das pesquisas por dois contextos distintos: no início do ano eliminou o Flamengo do Mundial de Clubes de 2022 (que foi jogado no início de 2023 por conta da Copa do Mundo ter sido realizada entre novembro e dezembro do ano anterior), e no meio do ano, por ter contratado Neymar a peso de ouro do PSG, que já o considerava carta fora do baralho no início da temporada europeia.

A contratação de Neymar pelo Al-Hilal foi uma espécie de resposta do clube ao seu rival local, o Al-Nassr, que no ano passado contratou Cristiano Ronaldo. A partir daí o futebol árabe viveu o seu boom patrocinado pelo governo local e seus quase infinitos petrodólares. Os clubes da Arábia Saudita podiam contratar quem quisessem com luvas e salários a perder de vista, até mesmo jogadores do calibre de Cristiano e Neymar, como visto. Ainda aparece na lista o Al-Ittihad, que contratou Benzema.

Os petrodólares árabes não seduziram Lionel Messi, que também considerado carta fora do baralho do PSG mesmo sendo Lionel Messi, saiu de lá para os Estados Unidos. É o principal astro do soccer estadunidense, elevando o nome do até então quase desconhecido Club Internacional de Futbol, ou simplesmente Inter Miami, time esse de só cinco anos de existência.

O Mundial de Clubes começou hoje na Arábia Saudita, e além do Al-Ittihad (que representa o país-sede como campeão da liga local), jogam ainda o Manchester City e o Fluminense. O que os dois tem em comum? Conquistaram a Europa e a América pela primeira vez, títulos que suas torcidas guardarão para sempre na memória. O Manchester City conquistou sua primeira Liga dos Campeões em cima da Internazionale de Milão, em jogo vencido pelo placar mínimo (1 a 0) na Turquia, enquanto o Fluminense bateu o Boca Juniors por 2 a 1 diante de sua torcida, no Rio de Janeiro.

Ainda falando no futebol inglês, aparecem também na lista o Nottingham Forest e o West Ham, times considerados “médios” da Premier League. Já a Liga Deportiva Universitária, ou simplesmente LDU, aparece na lista por ter conquistado a Copa Sul-Americana, após ter vencido o Fortaleza nos pênaltis por 4 a 3, uma vez que o jogo foi 1 a 1 no tempo normal. Ainda assim, a campanha do Fortaleza foi épica, tendo sido o primeiro time nordestino a chegar na final da competição internacional.

E por fim, temos o Vitória. O clube baiano aparece na lista por ser o campeão da Série B do Campeonato Brasileiro deste ano, sendo este seu primeiro título nacional. Ainda teve seu nome em evidência por causa de uma proposta polêmica de mudança de nome, acrescentando o nome de uma casa de acompanhantes que já é patrocinadora do time, no que foi rejeitada pelos torcedores em consulta realizada pelo clube.

Receitas? Procuramos comida!

Em anos anteriores, procuramos receitas. Mas neste ano, procuramos a comida em si.

Quem aparece na ponta da lista é o tacacá, que é um prato típico da culinária paraense, feito de tucupi (caldo extraído da mandioca-brava), goma de tapioca, camarão seco e jambu. Isso é o básico, já que dependendo da localidade os ingredientes variam. Quem ajudou a potencializar a busca pelo prato no Google neste ano foi a cantora paraense Joelma, que abre a música “Voando pro Pará” com o verso “Eu vou tomar um tacacá, dançar, curtir, ficar de boa“. O sucesso da música impulsionou a curiosidade sobre o que seria esse prato.

E ainda falando em prato típico de um estado, temos na lista o arroz de cuxá, que é o prato típico do Maranhão.

O que é Zaatar? É um tempero originário do Oriente Médio feito da mistura de vários.

Temos bolo alagado e bolo de coco fofinho. O ovo de Páscoa pistache conseguiu chegar firme e forte até esta lista.

Roast beef, para quem não sabe, é rosbife. Também aparece o salpicão de frango e o temaki frito (geralmente é consumido cru, visto que temaki é um sushi em forma de cone).

A pimenta de bode aparece na lista não por conta de uma receita, mas sim do que a reação alérgica a essa especiaria foi capaz de provocar para Thais de Medeiros, trancista de 25 anos de Anápolis, em Goiás. No dia 17 de fevereiro, Thais estava em um almoço na casa do namorado quando levou ao nariz um pote contendo pimenta de bode para sentir o cheiro, no que teve uma reação alérgica que foi tão grave ao ponto de sofrer um edema cerebral, que deixou sequelas sérias. Ela foi internada após essa situação e hoje está em atendimento domiciliar.

Nesse ano já não são 18 tops, são 15. A maioria deles mudou, outros nem tanto, e desse modo, para não termos um post longo demais, vão ao ar cinco tabelas por post. Em mais dois posts tem mais cinco tabelas cada uma para compartilharmos juntos o que o Brasil mais pesquisou no Google. Você também vai ver essas tabelas – em formato de arte, é claro – no meu Instagram.

E os posts, sempre no terceiro post do dia até a quinta-feira. É bom sempre passar a limpo com vocês os assuntos que vimos o ano todo e é um dos posts que eu mais gosto de fazer justamente por ter muito assunto para tratar. Amanhã tem mais cinco tabelas para comentarmos juntos.

Não perca nenhum detalhe do mês mais produtivo do site! Siga-me nas redes sociais abaixo:


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 126: Se eu esqueci de alguma coisa, eu não me lembro
  2. Luneta Sonora 125: Como eu esqueci de oito desenhos?
  3. Luneta Sonora 124: Que legenda este episódio merece?
  4. Luneta Sonora 123: A velha rotina está de volta
  5. Luneta Sonora 122: Nunca pode ser tarde, mas tem sido tarde
  6. Luneta Sonora 121: Um dia de recados soltos

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.