Os reforços são para as estrelas

No último dia 24 de setembro fiz aniversário, 33 anos. Sim, nem parece que tô mais velho, nem parece que cheguei a idade que a minha mãe me teve lá em 1988. Mas cheguei, e não é porque você está mais velho que os seus pensamentos envelhecem. Muito pelo contrário. Quis me dar de presente reforços para o escritório de onde eu escrevo este blog há quase 13 anos.

E elas passam por algo que sempre tive vontade de retomar e não consegui nem mesmo na pandemia: desenhar. Por isso mesmo, os reforços que consegui são para as estrelas: os lápis e canetas do tempo da escola que até hoje estão guardados, fora os que eu comprei num passado muito distante quando não existia uma pandemia. E que até hoje faço questão de conservar.

Mas porque você não conseguia desenhar nem nesses tempos turbulentos? O que eu mais queria era poder reforçar as minhas estruturas de comunicação para poder me estabelecer nesse meio, e consegui.

E bem, no Instagram apresentei um desses meus reforços. Um gaveteiro desses de plástico. Parece simples, mas para quem tinha um monte de canetas acumuladas, é significativo. Afinal, desobstruiu bastante coisa da mesa de trabalho. E dos gaveteiros menores, onde já não cabia mais nada.

Além disso, precisava de mais materiais e, principalmente, desobstruir um pouco da mesa de trabalho. Além de me sentir realizado, posso trazer um pouco mais do meu mundo para que vocês possam conhecer, se ainda não conhecem.

Mas se ainda não conhecem, vão gostar bastante de conhecer. Afinal, daqui surgiram séries como #48folhas, #96folhas e vários cadernos e folhas que, ao clicarem nas categorias, vocês vão entender um pouco desse universo.

Um universo que é a minha identidade, e que me motivou a estar aqui.

Vocês vão ver um pouco desse universo pelas redes sociais, em especial as de vídeo, como nos reels do Instagram e no TikTok. Quero alcançar um público que alie a arte com o universo que transito faz tempo.

Afinal de contas, os reforços são para as estrelas, que nem coloquei no título do post. E as estrelas da minha mesa, além do computador onde eu edito o blog, são os lápis e as canetas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Novidade no Close Friends do Instagram Gravação de áudios com pausa no WhatsApp Comunidades no WhatsApp? IGTV agora é Instagram TV Instagram enfrenta nova instabilidade