SEMANAS INCOMPLETAS

Seguindo aqui com as notícias do dia, enquanto eu estava na sala de aula, professores da rede municipal de João Pessoa entraram em campanha salarial e ameaçam greve. Eles fizeram uma reunião na quadra do mesmo colégio (que, cabe lembrar, é estadual) e saíram em passeata até a sede da Prefeitura. Ufa…
Abril foi um mês irregular em matéria de semanas de aula. Essa semana é a única semana letiva completa, porque nas outras tivemos ponto facultativo (lá vem mais), feriado (lá vem mais), e ainda vem uma paralisação nacional dos professores marcada para semana que vem. Para que vocês tenham uma ideia do que isso representa para alguém que vai prestar vestibular esse ano, fiz um calendário, como você pode ver ao lado, que mostra os dias de aula que teve ou teremos em abril. De 20 dias letivos possíveis (não considerei os feriados), só 15 serão cumpridos. Ou seja, some os pontos facultativos e a paralisação e teremos uma semana sem aula, no sentido literal da palavra. Três feriados de descanso já é suficiente, sete dias então já é um pouco demais. (lembrando que tinha faltado um dia esse mês por motivos pessoais).
O que não é um dia perdido de aula para quem vai fazer vestibular… É um caso a se refletir, e muito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *