O silêncio da folia na pandemia

Talvez você não tenha percebido que estejamos no Carnaval. Mas estamos. Mas por ora e pelo motivo que você já sabe, essa data não vai ser comemorada da maneira que você já está habituado. Por ora reina o silêncio. Hoje é um sábado normal. Ou ao menos deveria ser.

Mas o que é normal num momento em que nada parece ser normal? Normal seria se assim fossemos. Seria andar em círculos falar sobre hoje, diante, por exemplo, do que foi o São João, por exemplo. E pelo visto vai ser assim de novo, enquanto não imunizarmos toda a população e controlarmos de vez a pandemia.

Isso é para que você tenha uma ideia do tamanho do organismo que fez tudo isso parar. Que mudou nossas vidas. É pequeno, ninguém vê, e por isso as pessoas precisam estar atentas e se protegerem. E justamente porque ninguém vê que tem quem não acredite. Só quando o estrago está feito.

E não podemos bobear por causa disso. E essa vai ser uma lembrança de algo que vamos contar para os nossos descendentes. Afinal, o que são as experiências se não as registrarmos, se não contarmos, não repetirmos os mesmos erros de outrora? É para não repetir que precisamos lembrar.

Se hoje você não celebra o Carnaval, é pelos outros Carnavais que você ainda vai celebrar. Por isso, te peço paciência, proteção, e que aguarde a sua vez de ser imunizado, e incentive bastante a vacinação para que possamos controlar de vez a pandemia. Porque é disso que precisamos para comemorar os próximos carnavais.

Por hoje, resta o silêncio. Para o barulho de outros carnavais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.