Image

O que fica do caos

O que fica do caos é a certeza de que tudo pode ser resolvido na calma.

Tem muitas coisas que a gente aprende em momentos difíceis. Uma delas é que nunca se pode ficar sem um backup e que a qualquer momento ele é acionado para emergências. Foi assim com os compartilhamentos automáticos das redes sociais, e o que fica do caos de ontem é esse aprendizado.

Ontem foram resolvidos os problemas de compartilhamento automático das redes sociais. Os problemas foram resolvidos, e o sistema alternativo ficou de prontidão para outras soluções de divulgação alternativas, como as atualizações do Portfólio de artes que agora passa a circular no site com um pouco mais de frequência como eu gostaria.

Agora, os posts do Portfólio de artes passam a ser compartilhados a cada vez que são atualizados, no LinkedIn, Mastodon e Twitter. Lá eu ainda estou fazendo alguns testes para ver como ficam os formatos de compartilhamento. E bem, também tem compartilhamento automático para os novos projetos do Portfólio.

O que fica do caos é a certeza de que tudo pode ser resolvido na calma, porque há como se encontrar a calma no meio do caos. Foi com essa lição que mantive o controle nesse momento.

E bem, logo mais tem minicoluna. Lembrando que tem feriado na área, mas sigo por aqui.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.