Quatro mil em quarentena

Cheguei ao post de número 4000 do Blog Josivandro Avelar. Quatro mil em quarentena, quem poderia imaginar? 11 anos que vivo nisso de escrever e chegar tão longe até parece inimaginável. Mas consegui.

Foram dias pensando nisso e dias escrevendo este post. Novas ideias a todo momento, reforços nas mídias sociais, contato direto e atualização constante. O blog nunca parou, não seria nesse momento que pararia. E mais do que nunca quando preciso dele.

Olha quanta coisa fiz nesses dias, antes e depois desses tempos tão difíceis. O quanto isso é e tem sido uma terapia. E porque isso é importante. Ter com o que se ocupar e ir adquirindo experiência.

Experiência que será importante no futuro. Porque me adaptei com as adversidades.

Adversidades que ficarão para a história, e eu entendo que ela precisa ser contada. Com olhares, imagens, e principalmente textos.

E é por isso que faço deste pequeno veículo um diário de toda a transformação que estamos vivendo nesses últimos tempos, tão duros e tão difíceis, que o que era normal deixou de ser.

É de transformações que nós vivemos. E é claro que com essa transformação tão profunda, não será diferente.

Outras 4000 ideias virão, sem nem ligar se terão repercussão, porque quando ela vem, vem naturalmente. E como vai ser a recepção… Espero que seja muito boa. Tudo na mais tranquila naturalidade.

Em quarentena, cheguei em quatro mil. Crescendo, somando e multiplicando, ainda que os tempos sejam difíceis.

O mundo será bem diferente quando eu chegar aos 5000 posts. Pode apostar.

Compartilhe este post