Image

Como explicar dezembro?

Não tem uma definição específica sobre como explicar dezembro. Para cada um, é uma definição diferente.

Dezembro é um mês único, como eu poderia explicar esse mês tão intenso e tão único? Com tantas coisas para fazer, tanto trabalho acumulado, misturado a um sentimento de renovação e divisor de águas, dezembro traz esses sentimentos e essas coisas mesmo. Você nota o quanto tudo é diferente nesse mês tão especial. Então, como explicar dezembro?

No mesmo momento em que você sente que está acelerando, você desacelera. Você está em clima de férias, clima de fim de ano, alegria e descontração a mil, afinal, é Natal chegando, é um novo ano vindo, e é nesse momento que você agradece por todos esses momentos intensos e incríveis que viveu durante todo esse ano.

Mas calma! Dezembro só está começando. O que vem por aí é intensidade. É o momento de relembrar o que passou, e de planejar o que a gente ainda cai viver nesse ano que começa daqui a um mês. Afinal de contas, esse pode ser o último mês do ano, mas ainda temos trabalho a fazer e um ano para planejar.

Afinal de contas, não tem uma definição específica sobre como explicar dezembro. Para cada um, é uma definição diferente. Para todos nós, o sentimento é de renovar os votos de paz e felicidade. Afinal de contas, o que nos une como pessoas é esse sentimento que esse mês de dezembro nos traz e traduz a cada um.

E assim a gente começa mais um mês de dezembro. Prontos para comemorar, prontos para agradecer.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 126: Se eu esqueci de alguma coisa, eu não me lembro
  2. Luneta Sonora 125: Como eu esqueci de oito desenhos?
  3. Luneta Sonora 124: Que legenda este episódio merece?
  4. Luneta Sonora 123: A velha rotina está de volta
  5. Luneta Sonora 122: Nunca pode ser tarde, mas tem sido tarde
  6. Luneta Sonora 121: Um dia de recados soltos

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.