Image

Você conhece os canais do WhatsApp?

O recurso de canais do WhatsApp está tendo dificuldade de emplacar?
,

O recurso de canais do WhatsApp está tendo dificuldade de emplacar?

Pergunta feita por este editor

Não se você for um grande editor. Sim se você está na batalha que nem eu. O recurso até que emplacou para quem já tem uma marca consagrada no mercado. O G1 tem um canal com 8 milhões de seguidores, isso só o canal principal, não conta auditorias e regionais que criaram cada um seu canal para direcionar notícias para os públicos específicos de cada uma. O G1 é só um exemplo, mas outros portais de notícias e de veículos de comunicação como UOL, Lance, TNT Sports, Netflix e outras marcas grandes tem canais verificados e com milhares e até milhões de seguidores.

Você ainda tem os canais de clubes de futebol, governos federal e estaduais, influenciadores digitais, cantores, entre outros. Canais novos, pela marca que carregam, conseguiram verificação e destaque na principal vitrine dos canais, alguns deles com menos seguidores que o Ônibus & Transporte, que foi criado aqui na agência e foi entregue aos donos ao fim do vínculo com a 612 Comunicação com mais de 1400 seguidores. E não tem verificação. Como explicar? Coisas da Meta.

Até o momento que este post terminou de ser escrito, o meu canal tem apenas 5 seguidores. Apesar disso, decidi seguir em frente na certeza de que uma hora o canal vai engrenar. Eu posso ter errado em algumas coisas, mas sempre é tempo de consertar o rumo, mas o que não falta é divulgação. No canal você pode ver os vídeos que eu posto todos os dias no YouTube, os posts do site e os episódios do Luneta Sonora. Aproveite este momento em que eu falo um pouco sobre os canais e siga o meu:

Talvez eu ainda possa reforçar a divulgação nos rodapés. Ou nas redes sociais. Mas eu quero que o canal seja um pouco mais do que apenas divulgar links e vídeos, ser um pouco um hub de serviços para que as pessoas saibam, por exemplo, sobre dicas de redação, divulgação das promoções e outras coisas mais. Tenho material para isso e eu gostaria que as pessoas participassem para que eu possa expandir as possibilidades do canal. É uma ferramenta que tem potencial pelos motivos óbvios.

Em linhas gerais, não é que o recurso de canais tenha dificuldade de emplacar. Ele emplacou e está cumprindo a sua função de trazer informação de qualidade em um meio onde muita gente procura se informar e muitas vezes recebe informações erradas em grupos. E a credibilidade do recurso vem justamente do fato que só administradores dos grupos podem mandar mensagens, e aos usuários resta compartilhar. Porque ele sabe que tudo o que recebe dos canais vem direto das fontes. E em tempos que a gente precisa ter muito cuidado com aquilo que lê, isso é muito importante.

Mas para editores pequenos como eu, é necessário melhorar bastante em termos de divulgação, ainda mais porque o recurso de busca dos canais ainda não ajuda, nem sequer exibe em seus resultados os canais não verificados. Sim, os considerados desconhecidos. E entre os editores independentes, quem divulga bastante os canais consegue ter um certo êxito e furar a bolha, como no caso do Ônibus & Transporte anteriormente citado.

Quem sabe, as coisas não melhoram por aqui e eu posso alcançar mais pessoas com o canal do WhatsApp? Eu acredito que essa ferramenta pode ser essencial para o incremento de visualizações do site, afinal, as pessoas recebem direto da fonte e na curiosidade de ver o que eu postei, leem um artigo como esse. E eu queria isso: uma base de leitores, afinal, para o que eu faço, ter uma base de leitores assíduos é fundamental para que eu possa entender melhor as pessoas e melhorar o meu conteúdo. E eu acredito que, lá na frente, o canal no WhatsApp pode me ajudar.

Este é o tema “Conhecendo Você”, o primeiro post do dia no Site Josivandro Avelar, com perguntas que eu respondo sobre temas de autoconhecimento e cotidiano. Inicialmente elaboradas por inteligência artificial, as perguntas passaram a ser elaboradas por mim e pelo público através dos canais de contato e redes sociais.

Quer me conhecer melhor? Siga-me nas redes sociais abaixo:


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.

Clássicos da Luneta

Posts de anos anteriores para relembrar.