SURPRESAS E DECEPÇÕES

Dois jogos de ontem na Copa chamaram bem a atenção: Espanha X Suíça e África do Sul X Uruguai. A […]
,

Dois jogos de ontem na Copa chamaram bem a atenção: Espanha X Suíça e África do Sul X Uruguai. A repercussão especialmente desses dois jogos se deve mais aos derrotados em questão do que por seus vitoriosos. O primeiro, uma eterna promessa que fica sempre pelo caminho em toda Copa; o segundo, naturalmente, por se tratar de uma derrota do país anfitrião, diante de sua torcida.

O primeiro jogo era o da estreia da seleção espanhola, uma seleção que era considerada favorita a ganhar o título mundial. Aliás, ela sempre era considerada favorita em várias Copas, mas logo no primeiro jogo a “Fúria” ficou mansa: tomou logo um gol da Suíça, e um gol desses bem feios. Mais delicada ainda ficou a situação espanhola, que apesar dessa derrota ainda tem chances de classificação em seu grupo, o grupo H, o dos prováveis adversários do Brasil caso a Seleção Brasileira se classifique para as oitavas. Mas no mínimo, se a Suíça continuar se trancando e marcando gols, a Espanha pega um segundo lugar, e olhe lá.

E nunca é demais lembrar que a Suíça está há oito horas sem tomar gols; na Copa de 2006, foram eliminados nas quartas-de-final pela Ucrânia (que não se classificou para este Mundial), que só conseguiu essa proeza porque derrotou o ferrolho suíço (como é conhecida a zaga da seleção suíça) nos pênaltis. Seleção com uma defesa assim é bem difícil de derrotar, a não ser em uma disputa de pênaltis. E a Espanha ainda continua devendo o desempenho que a levou a liderar o ranking de seleções da FIFA por uns tempos (por enquanto, o líder do ranking de seleções é o Brasil).

E no outro jogo, o time da casa fez feio para a torcida. A África do Sul levou 3 do Uruguai, seleção acostumada a estragar a festa de anfitriões de Copa; o famoso “maracanazzo” da Copa de 1950 no Brasil (onde a seleção uruguaia derrotou a brasileira por 2 a 1 na final) que o diga. O time uruguaio até então tinha feito o artilheiro da Copa com a média de gols mais baixa da primeira rodada do Mundial (Diego Forlán fez dois dos três dois do jogo), marca quebrada agora há pouco pela Argentina na goleada contra a Coreia do Sul, onde Gonzalo Higuaín marcou nada menos dos três dos quatro gols da vitória da seleção de Maradona.

Mas voltando ao assunto que estava falando, a África do Sul se complicou de vez no Mundial. Os anfitriões correm o sério risco de ver o restante da Copa da arquibancada: com um ponto, resultado de um empate e uma derrota, terão de esperar o desfecho de França e México logo mais para saber o que fazer na terceira rodada, pois lá o time sul-africano vai enfrentar ninguém menos que a França. Classificar-se para as oitavas-de-final é uma missão muito difícil, mas não impossível.

Esse é o final da primeira rodada da Copa e o início da segunda. Depois de ver estreias fracas e sem sal, a não ser por uma atuação da seleção alemã que chegou arrasando logo de cara goleando a Austrália por 4 a 0 no domingo, pelo jeito as seleções vão apresentar nessa segunda rodada da Copa todo o futebol que não se viu na primeira rodada.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 132: Que tal mais um pouquinho de bastidores?
  2. Luneta Sonora 131: É feriado, mas eu tenho que gravar
  3. Luneta Sonora 130: Mais uma semana trazendo novidades
  4. Luneta Sonora 129: Um episódio organizado no meio da desorganização
  5. Luneta Sonora 128: Só mais um episódio com recados da semana
  6. Luneta Sonora 127: Sério que eu esqueci dos três anos do podcast?

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.