14:27- AS CENAS QUE VOCÊ NUNCA MAIS VERÁ AO VIVO

Quem nasceu em João Pessoa se acostumou a ver o anel interno do Parque Solon de Lucena em pleno movimento, como um símbolo de uma cidade pulsante. Só que como o nome diz, aquele é um parque. Mas ao invés de ser um parque, era uma grande rotatória de ônibus e automóveis. As praças ao seu redor praticamente nunca sofreram uma reforma. Mas tudo isso irá mudar em questão de meses a começar de agora. Pois o que antes todo mundo achava que iria ser uma loucura, agora é uma realidade. Desde às 14:27 de ontem e para sempre, não passa mais nada que tenha motor e quatro rodas no anel interno da Lagoa. Assim, contamos a história da última vez do trânsito da Lagoa.

2016-01-23 12.20.36
Daquelas cenas que você nunca mais mais ver na Lagoa. Como um ônibus passando no anel interno, por exemplo.

O Blog Josivandro Avelar acompanhou os últimos momentos de um anel interno ainda movimentado, e ainda pela metade, uma vez que a outra metade do anel interno já estava fechada e em obras. Faltava só a outra, aonde as paradas dos ônibus estavam concentradas. Algumas imagens aqui postadas foram utilizadas no post especial de domingo do Portal Ônibus Paraibanos, mas a maioria das imagens empregada aqui é inédita. Além de uma série mostrando o anel interno da Lagoa vazio, sem gente, que vai vir em separado, pois vale a pena mostrar um elemento da cidade que vai sumir.

2016-01-23 12.23.49
Parte do novo corredor de ônibus da Lagoa, atravessando a Getúlio Vargas. A estaca que aparece à frente dará sustentação aos tapumes que cobrem a obra.

A previsão de fechamento do anel interno da Lagoa era de 13 horas de ontem, 23 de janeiro. Mas o anel interno foi fechado de fato às 14:27. O último ônibus a passar pelo anel interno da Lagoa foi um veículo que um ano antes havia se envolvido em um acidente de grande repercussão, e retornou às ruas quase seis meses depois de reformado. Talvez não quisesse ficar na história como um veículo que se envolveu em um acidente, mas sim como o último a passar no anel interno da Lagoa.

Como dizem por aí, a obra da Lagoa é como trocar um pneu com o carro andando. É lógico que ela está em estado de degradação, mas veja o outro lado e o que será do que acabou de ser interditado. Tudo isso dará lugar a um outro cenário que as futuras gerações irão ver quando tudo isso estiver pronto. Quanto às antigas gerações, bem, elas terão a oportunidade de mostrar as imagens deste e de outros posts para seus filhos e netos.

2016-01-23 12.24.21
Você nunca mais verá uma imagem dessas. Esse era o desvio improvisado para que os ônibus que vinham de Cruz das Armas e Rangel tinham que fazer para acessar o anel interno da Lagoa.
2016-01-23 12.25.40
Tráfego na Getúlio Vargas às 12:25, antes do fechamento do anel interno da Lagoa.
2016-01-23 12.25.56
Outro ônibus usava o desvio improvisado. Esse carro fazia a linha Cristo/Vale das Palmeiras.
2016-01-23 12.26.09
O outro ônibus fazia a linha Geisel/Cruz das Armas. A moto e o carro faziam o retorno da Getúlio Vargas, que logo mais também seria extinto.
2016-01-23 12.26.35
Trecho da Getúlio Vargas também ganha faixa exclusiva, para facilitar a manobra dos motoristas para entrar no novo corredor da Lagoa.
2016-01-23 12.27.02
Tráfego na Getúlio Vargas. A avenida a partir de agora termina nesse ponto.
2016-01-23 12.27.35
Agentes da Semob orientam motoristas para seguirem adiante no anel interno da Lagoa, que ainda não havia sido fechado.

Vamos começar a contar a história do começo. Cheguei por volta de 12:40 descendo de um 2300 no anel interno da Lagoa ainda. Foi a última vez que desci naquela parada. Neste post e em toda a série, nunca a expressão “última vez” vai ser tão usada.

Ainda encontramos o movimento, ônibus passando, carros, etc. Ainda encontramos um cenário que em menos de duas horas não iria ver mais. Me concentrei no final da Getúlio Vargas. Final mesmo, pois dali até a Lagoa parte da rua também iria sumir. Ali encontramos uma faixa que foi construída atravessando o canteiro da avenida, para permitir que ônibus que vêm do Acesso Oeste, de Cruz das Armas e do Rangel acessem o novo corredor que foi construído para absorver o tráfego de ônibus que passavam no anel interno da Lagoa.

2016-01-23 12.35.01
O canteiro da Getúlio Vargas agora é atravessado pelo corredor de ônibus da Lagoa. Agora a avenida termina aqui.
2016-01-23 12.35.12
Parte dos tapumes que cobriam a obra da Lagoa nos trechos que ainda não haviam sido interditados estavam sendo retirados pelos operários. Agora os tapumes vão atravessar a Getúlio Vargas.
2016-01-23 12.34.44
Trecho onde já existe corredor de ônibus na Lagoa. Agora o corredor será finalmente unido. A sinalização horizontal também foi feita nesse ponto.
2016-01-23 12.33.57
A sinalização horizontal também foi feita no outro lado da Getúlio Vargas, já orientando para o novo corredor.

Agentes da Semob – Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa – já estavam posicionados esperando a ordem de fechar o anel interno. Entravam e saíam o tempo todo. Junto a eles, funcionários de uma empresa de ônibus também davam auxílio, alguns com coletes de “Posso ajudar?”. Eram fiscais e operadores de folga que foram convocados para ajudar os passageiros a pegarem o ônibus nas paradas certas. Foram instaladas cinco novas paradas no novo corredor, com distribuição das linhas correspondentes às antigas.

2016-01-23 12.23.31
Mais um ônibus utilizando o desvio improvisado, que logo mais seria extinto.
2016-01-23 13.15.26
Os ônibus que vêm de Jaguaribe – como esse -, bem como de Cruz das Armas e Rangel atravessarão a Getúlio Vargas após a interdição total do anel interno.
2016-01-23 13.15.38
Enquanto isso, tudo fluía normal na Getúlio Vargas.
2016-01-23 13.15.42
Os ônibus davam as suas últimas viagens por esse trecho, que logo mais seria completamente fechado.
2016-01-23 13.15.48
Ônibus do município de Cabedelo passando no anel interno da Lagoa. Será desviado para o anel externo na sua próxima viagem, porém não utilizará o corredor exclusivo, já que sua parada não muda.
2016-01-23 13.16.45
Ônibus vindo da Cidade dos Funcionários utilizando o desvio improvisado em seus momentos finais.

Mas vamos nos concentrar exatamente no fim. No fim de um ciclo que, ininterruptamente, durou 36 anos. O tempo todo passavam ônibus, carros, alguns fariam sua última viagem no anel interno.

Quando passou das 13 horas, alguns motoristas pensaram que o desvio já estavam valendo. Foram orientados a ainda seguir adiante. Soubemos desde ali que os agentes decidiram esperar um pouco. De 14:30 não iria passar.

2016-01-23 13.17.02
Mais uma imagem de um momento que nunca mais irá se repetir. O ônibus vinha de Mangabeira.
2016-01-23 13.17.18
Momentos finais de um anel interno que será interditado.
2016-01-23 13.22.31
Ceasa utilizando o desvio improvisado.
2016-01-23 13.22.46
Mais ônibus vão passando…
2016-01-23 13.25.58
Os agentes continuavam orientando os motoristas.

Os operários da obra retiraram parte dos tapumes que ainda cercavam as praças entre os anéis interno e externo da Lagoa, prontos para reinstalá-los na Getúlio Vargas. 15 minutos antes do fechamento, os operários começaram a abrir buracos no asfalto para fixar as estacas que dariam suporte aos tapumes que irão revelar uma nova Lagoa quando forem retirados.

2016-01-23 13.27.17
O novo corredor da Lagoa continuava interditado por cones. Logo mais eles iriam sair daí.
2016-01-23 13.27.27
Cones que isolavam a parte do corredor que atravessava o canteiro da Getúlio Vargas, no ângulo oposto.
2016-01-23 13.35.12
Últimos momentos do desvio improvisado da Getúlio Vargas.

Como este post vai ficar muito longo, no próximo post vamos contar a história da interdição propriamente dita. Acompanhamos o exato momento em que o anel interno do Parque Solon de Lucena era definitivamente interditado. E você verá esse momento histórico documentado no próximo post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Novidade no Close Friends do Instagram Gravação de áudios com pausa no WhatsApp Comunidades no WhatsApp? IGTV agora é Instagram TV Instagram enfrenta nova instabilidade