Image

Ritmo de rotina: quando é para ser, será

Aqui estou eu em ritmo de rotina. O que é para ser, tem que ser e o que é para ser, será.

Aqui estou, meus amigos, em ritmo de rotina. O que é para ser, tem que ser e o que é para ser, será. Mesmo que toda essa rotina recomece em clima de Carnaval, no melhor estilo: não era para estender um pouquinho mais?

Mas eu não quis. Quis começar logo no começo deste mês, afinal, como eu costumo passar os feriados em casa mesmo, eu consigo retomar as atividades com mais facilidade.

Estou aqui, porque o que importa é isso: entrar na rotina, com a mesma vontade que você teria se não tivesse um feriado no meio, e fazer o possível para fazer de 2024 o melhor ano de todos os tempos.

Afinal, superar o ano de 2023 é uma meta, e eu sei que eu vou conseguir. Porque, antes de qualquer coisa, é preciso trabalho e determinação para conquistar aquilo que se quer.

E vamos de minicoluna, afinal hoje é quarta-feira, o dia mais aleatório deste site em termos de assuntos, porque a minicoluna trata de vários, e sabe como é…


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 126: Se eu esqueci de alguma coisa, eu não me lembro
  2. Luneta Sonora 125: Como eu esqueci de oito desenhos?
  3. Luneta Sonora 124: Que legenda este episódio merece?
  4. Luneta Sonora 123: A velha rotina está de volta
  5. Luneta Sonora 122: Nunca pode ser tarde, mas tem sido tarde
  6. Luneta Sonora 121: Um dia de recados soltos

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.