Image

Como o processo criativo começa

Como você geralmente inicia o processo criativo ao abordar um novo projeto ou desafio?

Como você geralmente inicia o processo criativo ao abordar um novo projeto ou desafio?

Para falar a verdade, começa do mais absoluto nada. Eu poderia parar a resposta por aí? Talvez sim. Mas o nada não começa do nada. Começa quando você simplesmente enxerga, se inspira, olha o que o mundo faz.

E eu fico pensando exatamente nos traços que eu ainda não fiz e quero fazer, nas cores que eu não empreguei e quero empregar, nas coisas que eu quero me aprimorar. Tudo surge na velocidade da luz dos neurônios.

Mas de qualquer forma, tudo começa nos cadernos, se bem que muita coisa sai do caderno para os dispositivos eletrônicos e vice-versa. Não gosto de guardar as coisas em um só lugar, gosto de trocar as inspirações de lugar: se eu fiz algo na tela, quero fazer no papel e vice-versa.

O processo criativo começa de várias formas ou nem sempre se dá para explicar como ele começa. O que importa é que as ideias surgem, as coisas fluem, e sei lá: você realmente se inspirou nessa resposta?

Se sim, talvez você tenha uma resposta melhor do que a minha. Mas esse é basicamente o meu conceito de como o meu processo criativo começa.

Este é o tema “Conhecendo Você”, o primeiro post do dia no Site Josivandro Avelar, onde as perguntas que eu respondo sobre temas de cotidiano e autoconhecimento são sugeridas por inteligência artificial.

Quer me conhecer melhor? Siga-me nas redes sociais abaixo:


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 126: Se eu esqueci de alguma coisa, eu não me lembro
  2. Luneta Sonora 125: Como eu esqueci de oito desenhos?
  3. Luneta Sonora 124: Que legenda este episódio merece?
  4. Luneta Sonora 123: A velha rotina está de volta
  5. Luneta Sonora 122: Nunca pode ser tarde, mas tem sido tarde
  6. Luneta Sonora 121: Um dia de recados soltos

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.