Image

Quanto tempo, madrugada!

Há quanto tempo mesmo eu não atualizava este site na madrugada? Quem sabe eu não faça isso outras vezes?

Ah, a madrugada… Há quanto tempo eu não fazia a maior parte das minhas atualizações nela? Aqui estou eu passando por uma experiência como essa, tendo entregue três posts na madrugada…

Eu vou colocar como meta fazer a primeira parte das atualizações de madrugada, mas quem sabe seja possível fazer um dia inteiro? Assim me sobra tempo para fazer outras coisas. Afinal de contas, é de tempo que eu preciso.

Até porque eu já estava com saudade de fazer os destaques da madrugada. É inegável que eles são uma lenda deste site, e tem muito tempo que eu não fazia.

Mas eu consegui. E quem sabe eu possa fazer mais, afinal, é um dos momentos mais tranquilos de se produzir material. Porque além do tempo, tem a calma.

Daqui a pouco tem a primeira minicoluna do ano. Mas eu escolhi fazer ela no decorrer do dia mesmo, afinal, eu tenho todo o tempo do mundo para poder fazê-la.

E isso só a madrugada pode proporcionar.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 126: Se eu esqueci de alguma coisa, eu não me lembro
  2. Luneta Sonora 125: Como eu esqueci de oito desenhos?
  3. Luneta Sonora 124: Que legenda este episódio merece?
  4. Luneta Sonora 123: A velha rotina está de volta
  5. Luneta Sonora 122: Nunca pode ser tarde, mas tem sido tarde
  6. Luneta Sonora 121: Um dia de recados soltos

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.