Image

Por que o recurso de pagamentos do WhatsApp decepcionou?

O recurso de pagamentos do WhatsApp prometeu e decepcionou. Isso foi por causa da preferência dos usuários pelo uso de métodos de pagamento mais práticos, como o Pix?
,

O recurso de pagamentos do WhatsApp prometeu e decepcionou. Isso foi por causa da preferência dos usuários pelo uso de métodos de pagamento mais práticos, como o Pix?

Pergunta feita por este editor

O recurso de pagamentos está disponível no WhatsApp. Está lá, o WhatsApp ainda não desistiu dele. E acreditou que disponibilizando primeiro em seus principais mercados, como Índia e Brasil, ele teria uma adesão imediata. Mas não é isso que se vê, e existem muitos fatores que explicam por que o recurso de pagamentos do WhatsApp ainda não colou.

A primeira explicação mais óbvia chama-se Pix, que é um meio de pagamento rápido e sem burocracia, muito menos uso do cartão de crédito, se bem que tem bancos que dispõem do pagamento de Pix por esse meio, mas o mais comum é o débito em conta. É um meio que pegou e as pessoas usam com muita frequência para realizar pagamentos. É mais comum a pessoa receber comprovantes do banco do que comprovantes do WhatsApp.

A segunda explicação chama-se preocupação com a segurança, uma coisa que muita gente tem e não é para menos, ainda mais quando se trata da sua rotina financeira. As pessoas ainda têm receio de compartilhar os seus dados bancários com o WhatsApp por conta do medo do vazamento de dados e outras questões de privacidade, que são arestas ainda não totalmente aparadas entre o aplicativo e os usuários.

A demora para que o recurso fosse liberado, já que envolvia uma autorização do Banco Central, entre outros fatores, também ajudam a explicar por que o recurso de pagamentos do WhatsApp não fez sucesso, mas em menor intensidade. Não daria para jogar somente nos fatores burocráticos as razões do que até aqui se pode dizer que é uma verdadeira decepção.

O recurso de pagamentos do WhatsApp foi lançado em 2021. Mesmo depois de tanto tempo depois de lançado, o WhatsApp ainda não sabe muito bem o que fazer para justamente fazer essa ferramenta colar de vez, mas diante de todas as facilidades que chegaram antes, o recurso de pagamentos foi o que ela ficou para trás. No momento de configurar, foi bem trabalhoso. Na ocasião, fiz uma web story para esclarecer como o recurso funciona.

Aliás, foram duas web stories sobre isso em 2021. Você lembra delas? Se não lembra, eu as recapitulo abaixo. As regras que foram ilustradas nelas ainda são válidas e bem, eram tantos passos que isso explica justamente por que foram duas as web stories sobre o assunto. Apesar de muita gente as ter visto, nem as tantas notícias sobre o assunto fizeram o recurso pegar.

Quatro anos se passaram, e até agora não conheço ninguém que utiliza o recurso de pagamentos do WhatsApp. Criado justamente para permitir transações sem que o usuário saia do aplicativo e visando justamente quem utiliza o aplicativo para vendas, nem mesmo no comércio o recurso colou, se bem que pode até ter um ou outro comércio usando, mas eu não conheço.

Essa é uma prova de que nem todo recurso que o WhatsApp lança pega de primeira. De certo modo, o usuário espera simplicidade para além dos recursos, e mais do que isso, usar um aplicativo para conversar, e deixar cada coisa em seu lugar, principalmente no que toca na parte mais sensível de uma pessoa: o bolso.

Se você utiliza esse recurso, informe para mim nos comentários para saber se existem pessoas que utilizam. Afinal, este tema é justamente para isso: escutar e responder as dúvidas que os leitores têm, bem como as dúvidas que eu mesmo tenho. O espaço nos comentários está aberto para você me dizer se esse recurso faz parte da sua rotina.

Este é o tema “Conhecendo Você”, o primeiro post do dia no Site Josivandro Avelar, com perguntas que eu respondo sobre temas de autoconhecimento e cotidiano. Inicialmente elaboradas por inteligência artificial, as perguntas passaram a ser elaboradas por mim e pelo público através dos canais de contato e redes sociais.

Quer me conhecer melhor? Siga-me nas redes sociais abaixo:


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.

Pagamentos pelo WhatsApp liberados para todos Truques para ativar a função de pagamentos do WhatsApp