Image

#ContentTalks: Mudando conceitos de anos de uma hora para outra

O passarinho azul literalmente já era. Musk mudou conceitos de anos de uma hora para outra, afinal, ele está dando a sua cara para a rede social.
,

Há mais de uma década, o Twitter ficou notório como “a rede do passarinho azul” que era facilmente reconhecida pelo seu ícone. E de uma hora para outra tudo mudou, afinal, lembrem-se de quem comprou a rede e que rumo o seu dono quer dar para ela. Hoje ela é conhecida por uma letra, e bem, eu tinha falado um pouco sobre isso no Luneta Sonora da última sexta-feira. E bem, eu achei que poderia complementar o assunto no #ContentTalks de hoje.

O passarinho azul propriamente dito já não existe mais. Mas ele ainda aparece aqui nos botões de compartilhamento e no link da rede social até o momento em que eu escrevo este texto, afinal, basta um pouco de humor e vontade de mudar para tudo realmente mudar, mesmo que mude de uma forma totalmente radical como aconteceu. Pois é isso que Elon Musk está fazendo com a rede, mudando conceitos de anos de uma hora para outra.

E isso em um momento em que a rede enfrenta concorrência de soluções similares, a última delas do Threads, do Instagram. Depois de toda a hype, a usabilidade da rede foi sendo reduzida, afinal, muita gente se apegou a rede de Elon Musk mesmo com todas as loucuras que ele vá fazer, afinal, sempre se conta com a sensação de que ele vá voltar atrás delas. Mas sabendo como ele é, e sendo um pouco como ele, é muito difícil.

Durante 14 anos este site era chamado de blog. Eu tinha me apegado ao nome por conta dele realmente ter nascido como um. Mas o tempo passa, você desenvolve o site, vai estruturando, dá uma cara e fica pensando: faz sentido ainda chamar de blog? Foi o que eu fiz com muito receio lá em dezembro, quando eu reorientei toda a comunicação do blog para site, mudando nome e tudo. E eu consegui.

Não é mole mudar conceitos de uma hora para outra. Eles podem mudar numa construção de anos, ou em um instante qualquer que você acorde e tenha vontade de mudar tudo. Mudar um projeto, uma marca, seu sentido, pode até ser fácil. O que não é fácil é fazer as pessoas verem uma coisa que elas estavam acostumadas a ver de um jeito, a verem de outro completamente diferente. E talvez nem reconhecer mais.

Eu sei, você vai dizer “Pode mudar para X, sempre será Twitter para mim”, mas a partir do momento em que Elon Musk pagou uma nota pela rede social, ela é mais uma propriedade dele tal como a Tesla ou a SpaceX. E pode fazer dela o que quiser, até mudar o nome, que por mais que ninguém acredite que ele está fazendo isso, ele está fazendo isso, afinal, ele está dando a sua cara para a rede social.

Afinal, o humor e a vontade de quem manda mudam conceitos. Mesmo que de uma hora para outra, mesmo que a marca seja praticamente descaracterizada.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 133: Sorteio das cores da rodada 133 da #FolhaColorida
  2. Luneta Sonora 132: Que tal mais um pouquinho de bastidores?
  3. Luneta Sonora 131: É feriado, mas eu tenho que gravar
  4. Luneta Sonora 130: Mais uma semana trazendo novidades
  5. Luneta Sonora 129: Um episódio organizado no meio da desorganização
  6. Luneta Sonora 128: Só mais um episódio com recados da semana

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.