Image

Bloganuary: um mês de autoconhecimento (e já deixou saudade)

Janeiro foi um mês de autoconhecimento, e foi isso que vocês puderam ver no Bloganuary. Agora você conhece a mente por trás deste blog.
, , , , , ,

Se você chegou agora ou faz tempo que não acessa o blog, não deve ter entendido tantos posts “cabeça”, tantos posts que você acha que foram aleatórios, mas quem me conhece sabe dos desafios que me lanço e vou até o fim. Sempre dou dicas de tecnologia, de rede social, de qualquer coisa, mas queria que vocês me conhecessem um pouco. Foi por isso que entrei no desafio Bloganuary neste mês de janeiro, num modo de transmitir não só autoconhecimento, mas para vocês entenderem a mente que está por trás deste blog.

O desafio Bloganuary foi promovido pelo WordPress.com como um estímulo aos usuários do serviço de blogs da Automattic a praticarem o hábito da escrita nos blogs todos os dias. A gente sabe como não é mole procurar inspiração para manter-se ativo diariamente. Tinha vezes que você parava e desanimava. Mas sabe de uma coisa?

Mergulhei de cabeça no desafio

Apesar de ter um blog autohospedado, construído no WordPress (WordPress.org é a plataforma, WordPress.com o serviço de blogs), e até por ligar o blog ao serviço pelo Jetpack, resolvi participar e mergulhei de cabeça no desafio.

Aceitei participar porque essa era para mim uma oportunidade. Um modo de exercitar a escrita e praticar o autoconhecimento, falando de coisas que talvez as pessoas não soubessem sobre mim, para muito além das cinco curiosidades.

Dentre os tantos e-mails que recebia do WordPress.com, o do Bloganuary recebi no último dia do ano de 2021. Por isso não tive tempo de avisar no blog; já comecei de cara e no primeiro post do ano. E quis me inscrever justamente para manter o hábito de escrita que eu já vinha fazendo no mês de dezembro, quando o blog não ficou um dia sem post. Janeiro também foi assim e desse modo consegui 62 dias ininterruptos contando com hoje, ao mesmo tempo que mantive os posts de tecnologia e mídias sociais. Tudo precisa vir para incrementar.

E como é que funcionava o desafio?

A cada dia eu recebia um e-mail com uma proposta, e precisava fazer um post baseado nessa proposta. Trouxe cada proposta para a minha realidade, trazendo pontos de vista e fazendo com que o leitor me conheça de uma maneira completamente diferente. Os e-mails chegavam para mim às 21 horas – por conta do fuso horário de Greenwich. 21 horas no Brasil é meia-noite em Londres. Para chegar à meia-noite no Brasil faltam três horas, daí dizemos que Brasília está três horas atrás de Londres.

E quando eu recebia o desafio, escrevia os posts e colocava os posts no ar no dia seguinte, quando já era o dia determinado no fuso de Brasília. Uns posts entravam ao ar à meia-noite, mas na verdade já haviam sido escritos horas depois de receber o e-mail. Outros entravam no dia seguinte mesmo; terminava um post e começava outro. Te lembram as 48, 96 folhas?

Atividade intensa no blog. E nas redes sociais

Com o blog ativo, as redes sociais ficam ativas também. Posto stories no Instagram ininterruptamente desde novembro do ano passado, para ser mais preciso, já faz 77 dias. E por causa dos posts, as redes sociais como Twitter, Facebook e até LinkedIn e Pinterest ficam ativas diariamente também.

E é claro que teve reconhecimento! Três tweets de divulgação dos posts do Bloganuary foram curtidos pelo perfil oficial do WordPress.com.

Esse hábito de atividade no blog e nas mídias sociais vai continuar, e eu vou me esforçar para isso, já que sou só um para operar tanta coisa – e o IFTTT tem me ajudado bastante.

Novidades? Vem muitas. Caderno de #96folhas? Vem mais um aí, afinal essa jornada de autoconhecimento não para só no Bloganuary. O que eu quero é juntar tudo de bom nesse novo momento. E ele já começou.

Para além de janeiro

Agora que todo o desafio está concluído, os posts do Bloganuary vão ser legados para os próximos meses, como aliás todo o conteúdo tem sido nesses 13 anos de blog. Quem não leu todos eles, em algum momento irá se deparar com algum, aqui no blog e nas redes sociais. E vou fazer isso de várias maneiras.

Os posts do Bloganuary vão ficar em três web stories, essas que você vê abaixo, que dividi em três – clique nas datas caso não consiga visualizá-las: 1 a 10 de janeiro, 11 a 20 de janeiro e 21 a 31 de janeiro.

Elas também vão ficar o mês de fevereiro inteiro na home do blog, no lugar dos posts dos calendários de 2022. O bom da nova home é esse.

Feliz de participar

E finalmente, esperando algo parecido no próximo ano e contente de ter participado, afinal já deixou saudade, me orgulho de ter sido um participante do Bloganuary 2022.

Badge de participante do Bloganuary 2022. Ele é azul.

Ainda posso participar de tantos desafios e lhes convido a acompanhar. Das palavras aos desenhos, tudo é uma jornada de autoconhecimento.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 127: Sério que eu esqueci dos três anos do podcast?
  2. Luneta Sonora 126: Se eu esqueci de alguma coisa, eu não me lembro
  3. Luneta Sonora 125: Como eu esqueci de oito desenhos?
  4. Luneta Sonora 124: Que legenda este episódio merece?
  5. Luneta Sonora 123: A velha rotina está de volta
  6. Luneta Sonora 122: Nunca pode ser tarde, mas tem sido tarde

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.

Bloganuary – 1 a 10 de janeiro de 2022 Bloganuary – 11 a 20 de janeiro de 2022 Bloganuary – 21 a 31 de janeiro de 2022