Um outono inteiro em casa

Um dia antes do outono começar, entrei em casa para não mais sair. Sim, ainda era verão.

E de tanto tempo que passei aqui dentro, eis que é inverno. No meio da quarentena, consegui a proeza de atravessar uma estação inteira em 93 dias.

19 de março, data que eu saí de casa pela última vez – e me perdoem se em outros posts eu disse 18 de março, mas não era uma quinta-feira -, ainda era verão. O outono começaria um dia depois. E eis que consegui atravessar uma estação inteira aqui dentro.

Olhando o outono passar daqui de dentro. Tentando entender o momento. E se adaptando.

Foto de folhas de outono. Fim da descrição.
Foto por Magova em Pexels.com

Do calor insuportável ao frio, do sol a chuva. Tudo muda muito rápido e você sente uma estação inteira passar, pois você só tem poucos metros quadrados para aproveitar. E sentir o clima.

Agora o frio está bom, amigos. Não é aquele frio frio, mas não deixa de ser ameno e confortável para dormir. Ok que tenho dormido pouco e trocado a noite pelo dia, eu sempre fui assim mesmo.

Com tanto tempo em casa, consegui atravessar um outono inteiro daqui dentro. Fui de um extremo ao outro do clima na quarentena.

Compartilhe este post