Image

O primeiro dia de todos os anos

Conte sua experiência em um primeiro dia, seja na escola, no trabalho, como pai/mãe etc.

Conte sua experiência em um primeiro dia, seja na escola, no trabalho, como pai/mãe etc.

Estar em um lugar novo assusta de início. Você nunca sabe o que vai encontrar, mas no fim você se enturma e está em casa. Assim foram os meus primeiros dias em cada nova escola que eu entrava, e eu não parava: foram cinco escolas e a faculdade, o primeiro dia se repetiu seis vezes, isso não contando os primeiros dias de aula de cada ano: umas doze vezes.

Mas me deixe me contar um desses primeiros dias inesquecíveis: 2008, meu segundo ano de Lyceu Paraibano. Parecia só a volta as aulas e meu começo no segundo ano do ensino médio, não é? Pois bem, só a recepção que eu tive me deu uma amostra do que seria aquele ano de 2008.

Sério: me aplaudiram quando eu coloquei os pés na sala de aula, tinha sido um dos últimos a chegar. Gritaram até meu nome como se na sala tivesse entrado um astro da música. Mas era eu, e se eu tive essa recepção, foi por ter deixado a melhor das impressões aos meus colegas, e assim começaram aqueles que seriam os meus melhores momentos de todos os tempos em salas de aula. Nada para mim vai se comparar a aquele 2008.

E bem, 2008 começou desse jeito, terminou com a única recuperação que eu fiz naquele ano, a de Física, da qual consegui passar para o terceiro ano que faria no ano seguinte. O dia daquela recuperação? 22 de dezembro.

E no dia seguinte, o primeiro dia daquelas férias, foi o dia que eu surpreendi os meus parentes e amigos e criei o blog que hoje é esse site que você lê.

E o resto é história. Ou melhor, mais de cinco mil histórias, e contando.


Uma pergunta sugerida pelo Daily Prompt do Jetpack: diariamente, toda vez que eu abro o app ou a sugestão de escrita diária, o Daily Prompt me sugere um tema. Siga-me no Instagram, no TikTok e nas demais mídias sociais.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 125: Como eu esqueci de oito desenhos?
  2. Luneta Sonora 124: Que legenda este episódio merece?
  3. Luneta Sonora 123: A velha rotina está de volta
  4. Luneta Sonora 122: Nunca pode ser tarde, mas tem sido tarde
  5. Luneta Sonora 121: Um dia de recados soltos
  6. Luneta Sonora 120: Pessoas reais, conexões reais, propósitos reais

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.