É sobre criar e evoluir

Nas últimas semanas, comecei a postar vídeos de timelapse de desenhos digitais, testando um formato que até então eu ainda não dominava. Queria treinar. Queria mostrar os resultados desse treinamento mesmo que para isso eu exiba desenhos primitivos. Até porque a arte é perfeita aos olhos de quem vê. É sobre criar e evoluir. E de certo modo, ir além do que eu poderia imaginar.

Foi então que em vez dos desenhos estáticos em si, comecei a criar vídeos curtos, formato do momento, até pela disponibilidade do recurso no aplicativo que utilizo para desenhar. Então junte com um pouco de criatividade e temos resultados incríveis. E colocando o lado profissional de comunicação junto do meu lado de ilustrador, desenhista, artista ou sei lá como eu queira me definir agora, testei nas principais plataformas de vídeos do mercado.

E em todos esses formatos consegui bons resultados, testando os algoritmos. Um dos formatos que me surpreendeu foi o do YouTube Shorts, aumentando o número de inscritos no canal, que era de 39, para quase 50. E é claro, as já consolidadas entregas do Reels e do TikTok. Tive que aproveitar isso em algum momento para comprovar que o formato é eficiente como muitos profissionais já chancelam.

E ainda que os desenhos não sejam obras de arte, atingi um público-alvo que até então não poderia imaginar que conseguiria. E se soma as web stories como formatos que testei, aprovei e utilizo para a vida. Aqui eu consegui consolidar um formato. Do mesmo jeito, fiz lá nas minhas redes sociais.

Desse jeito, duas coisas distintas, uma identidade só. Criar faz parte disso, do mesmo jeito que evoluir também. Testar formatos mostra a importância de criar e evoluir. Para mostrar o que você faz, ir treinando, mostrar sua capacidade. Porque você consegue.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.