DO DIA PARA A NOITE

Mais do cenário político da Paraíba, que mudou do dia para a noite ontem com a posse de José Maranhão, […]
Mais do cenário político da Paraíba, que mudou do dia para a noite ontem com a posse de José Maranhão, que, cabe lembrar, já exerceu o governo estadual duas vezes seguidas. Quanto ao mandato de senador que ele exercia, o suplente, Roberto Cavalcanti (que para quem não sabe é o dono do Sistema Correio de Comunicação) já assumiu o mandato hoje.
A primeira coisa que o novo governador José Maranhão fez foi exonerar 1000 servidores comissionados, entre eles, todo o secretariado do antecessor, substituído, é claro, pelo dele. E Maranhão colocou como prioridades a segurança e a saúde. Espera-se. Por falar em segurança, os delegados em greve se reuniram com a nova secretaria de segurança. Não houve propostas concretas, mas… a greve acabou. Previsão de volta da greve? Até agora nenhuma.
Dá tambem para perceber a mudança de comportamento dos deputados, quando os do governo passaram para a oposição, e vice-versa. Sem contar que Maranhão continua a tratar o antecessor dele, Cássio, como “ex-inquilino do Palácio”. Precisa lembrar que, embora ele conheça cada cômodo do Palácio da Redenção, ele é tão inquilino como Cássio era, e os donos do Palácio são os paraibanos.
Maranhão também pediu a união do povo paraibano para a reconstrução do Estado, segundo palavras dele. O que se espera do novo governo é que ele ajude a construir o Estado, mas que também não se esqueça de que a população também ajude a fazê-lo.

Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.