Image

Crônica de um tempo bipolar

Ontem choveu, hoje de manhã choveu, fez Sol... Como fazer tudo isso com esse tempo bipolar?
,

Na semana passada choveu. Depois fez Sol. Ontem choveu, hoje de manhã choveu, fez Sol, nem sei como o tempo está porque eu estou com um fone de ouvido escutando música para me distrair, e eu estou envolvido com o meu trabalho, depois de fazer um texto para outro site e terminar os que eu preciso terminar aqui. Como fazer tudo isso com esse tempo bipolar?

Se eu tirar o fone de ouvido, deve estar caindo uma chuva. Não, eu não escuto música alta. Nem gosto muito de colocar o som a toda altura, só aqueles sons amenos que me lembram momentos que eu não quero esquecer, ainda que em forma de músicas mais nostálgicas. É como se eu trouxesse esse clima para cá, sabe?

São coisas de junho, de inverno, de São João. De alguém que até colocou um lençol mais confortável em cima da cama para esses momentos, porque acha que 25 ou 24 graus são o máximo de frio que você consegue suportar. Nem tudo na vida é o que parece, não é? Mas é aquilo que eu sempre dizia, é um clima que me agrada mais. Se fosse mais estável.

Mas é assim, o que pode ser mais imprevisível que o próprio tempo? Talvez seja o que você faça nele. Uma hora você tem um plano, outra hora esse plano já não está mais de pé. E assim a vida vai nos ciclos de um tempo que muda a todo tempo.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.