Artes digitais: estranha beleza

A penúltima arte da segunda leva de divulgação de artes digitais é uma flor de estranha beleza.
,

Seguindo com a limpeza da pauta da segunda leva de artes de divulgação das artes digitais, trago uma flor de estranha beleza. Uma flor que eu achei estranha quando eu desenhei, mas que tem os seus motivos para ser uma flor de estranha beleza.

O desenho foi feito no Ibis Paint, só que no computador, pela mesa digitalizadora. Foi ao ar nos canais de vídeo no dia 25 de julho do ano passado, saindo da fila após quase dez meses.

Dentro dos ciclos que me fazem lembrar de cada arte, em um semestre eu postar em vídeo, no outro eu postar no site, essa foi uma das lembranças de algo que eu poderia ter vergonha de mostrar, mas aqui toda arte é mostrada. Mesmo aquelas de estranha beleza.

O vídeo do desenho de hoje está no canal do YouTube e no TikTok, além de estar no Instagram, em vídeo e imagem, que também está nas demais redes sociais.

A série de artes digitais volta amanhã, com o último desenho da segunda leva de artes de divulgação, que é dos que ficaram por último, o que mais tempo está esperando na fila.

Semana que vem, para alinhar o calendário, tem semana especial de artes feitas na mesma semana (ou até no mesmo dia da publicação de cada uma), e a partir de junho, começa uma nova temporada de desenhos juninos.

Interessou? Você pode adquirir uma arte digital, utilizá-la para publicidade ou contribuir com este projeto. Saiba mais sobre como você pode adquirir as artes para publicidade através do Mídia Kit de Artes Digitais.

Você também pode contribuir com qualquer valor através do Pix artesdigitais@josivandroavelar.com.br ou assinando um dos planos de patrocínio abaixo:

Siga-me nas redes sociais abaixo para conferir mais artes digitais e outras novidades:


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.

Clássicos da Luneta

Posts de anos anteriores para relembrar.