Voo 2020, fase 11 de 12

Senhores passageiros do voo 2020, chegamos a fase 11 de 12 desse voo de brigadeiro alternado com várias turbulências, altos e baixos, um voo quase abatido por inimigos invisíveis, mas voamos um pouco baixo e… Ainda conseguimos ganhar um pouco de altura! Fiquem tranquilos, meus amigos, estamos em segurança, e em segurança vamos chegar, porque eu acredito. Nós acreditamos.

Uma aventura como nunca antes vivemos. Uma aventura louca, intensa, nada fácil, que talvez não consiga viver igual. Mas calma, ainda não pousamos, meu amigo! Falta só mais uma fase. Podemos estar em um voo. Ou em um jogo de videogame onde já passamos das fases mais difíceis, já chegamos na penúltima! A fase 11 de 12. Nada pode ser mais louco que isso!

E estamos firmes, voando com os pés no chão. Porque a imaginação nos permite viajar sem sair de onde estamos. Trabalhar sem sair de onde estamos. Estar aqui e crescer, estar aqui e dar passos cada vez mais altos. Voar e redescobrir o mundo que talvez nem saibamos que existe. Mas existe. E estamos redescobrindo. E assim aproveito que posso voar… Com os pés no chão.

Um avião de papel num fim de tarde - como gosto desse horário! - representando um voo em sua fase 11 de 12. Fim da descrição.
E assim aproveito que posso voar… Com os pés no chão.

Apertem os cintos, falta pouco para pousarmos em segurança. Até lá, mais aventuras nos esperam nessa fase 11 de 12. Ainda temos um resto de 2020 para voar.

Siga-me no Instagram: @josivandroavelar

O voo é intenso, cheio de emoções, altas aventuras, tempestades que temos para enfrentar, mas que precisamos enfrentar, porque isso faz parte dos nossos desafios. Mas quem disse que seria fácil? Estamos enfrentando todas as turbulências possíveis. Mas vamos conseguir chegar. É enfrentando as turbulências que a gente se fortalece.

E vamos chegar em segurança. Falta pouco. E vamos chegar bem. Confia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *