Sinta-se velho em um print

Imagem é isso, imagem é tudo. O print a seguir é um anexo deste post – Minicoluna- Na rua, na chuva, em casa – e era justamente a edição que foi ao ar de fato, mas como o blog já havia batido os 900 posts, troquei o título do post para esse do link. Só para se ter uma ideia, o blog atualmente tem 4.138 posts.

Queria muito ter achado, mas só tem aqui na mídia do blog e no meu Google Fotos. Querem sentir-se velhos como eu, que completei 32 anos em setembro? Então vejam esse print aqui:

Print do Windows Live Writer mostrando como o blog era editado antes da migração para WordPress. Fim da descrição.

Esse print é da edição de um post do blog no Windows Live Writer. Eu tive que usar esse programa para fazer posts decentes no blog, à época no Blogger. Por aí você já sentia que queria algo a mais. E sim, rodava Windows XP. Era do primeiro computador, aquele que pifou – e ainda lembro disso.

Eu usei o Windows Live Writer – hoje Open Live Writer – para minimizar as deficiências do editor do Blogger. A única desvantagem do programa era que ele enviava as imagens duplicadas. Quando migrei para o WordPress, o editor já estava de excelente tamanho e fiquei nele.

P.S.: Trocaram os trens, ufa!

Nem o que aparece na barra de tarefas existe

E outros detalhes década de 2000 que aparecem aí são o Windows Live Messenger, o popular MSN. A única coisa que restou dele foi a conta da Microsoft, que uso até hoje (Outlook, OneDrive, e a sincronização do Windows 10). O Álbuns da Web do Picasa virou Google Fotos, de onde tirei essa imagem.

Na terceira janela aparece o Mozilla Firefox, que estava aberto no Portal Paraíba 1 – o portal era da Rede Paraíba de Comunicação, dona da TV Cabo Branco, e pouco tempo depois, virou o G1 Paraíba, enquanto a editoria de esporte do mesmo portal virou o GE Paraíba.

O print é de 2011. Agosto de 2011. Agosto chegou a ser um mês tão produtivo quanto dezembro atualmente é, mas é assim, tempos mudam, dinâmicas também.

Um editor melhor. E melhorou…

Só queria trabalhar com um editor melhor… E não conseguia isso no Blogger, daí usei essa solução. Não chegava a ser uma gambiarra, mas não tive outra alternativa na época diante das limitações que até hoje persistem no Blogger, dado que o Google praticamente não investe mais lá.

Hoje edito o blog no navegador, no aplicativo do celular e do computador. Possibilidades tenho várias que o próprio WordPress me oferece. E aquele editor do WordPress há dois anos mudou para a versão Gutenberg, de blocos, permitindo muito mais possibilidades do que há seis anos atrás.

Queria trabalhar com um editor melhor. Consegui com WordPress. A melhor parte é que o editor continua sendo aperfeiçoado com novos recursos e muitas possibilidades, que também podem ser estendidas por plugins. Foi com blocos do Gutenberg que construí a home atual do Ônibus Paraibanos, da maneira que eu sonhei. E é essa flexibilidade que me permite voar com o WordPress.

E assim tiro do baú mais uma história dos 12 anos do blog. Ainda tem mais. É tanta história que vai além do dia 23 de dezembro, a data de aniversário do blog.

Imagem é isso, gente. Guardem que vira relíquia, e aqui está, mais uma vez. Outra vantagem do WordPress é trazer o que eu postei em meses anteriores para cá, porque você praticamente não encontrava a mídia no Blogger. Nunca desprezem um acervo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *