Image

Pequenas mentirinhas

A maior das pequenas mentirinhas que a gente conta é a de não mentir para si mesmo.

Sabe aquelas pequenas mentirinhas que a gente conta para si mesmo? Sim, isso acontece, quem nunca? Quem nunca achou que poderia ser maior do que era, que estava bem e em ordem, que tudo parecia estar sob controle? A gente mente para a gente mesmo com medo de encarar as verdades da vida.

Mas a gente tem que encarar, mesmo tendo que adiar várias vezes.

Eu mesmo não sou desses que mente para mim mesmo, ou essa já seria uma mentira por si só. Afinal, a maior das pequenas mentirinhas que a gente conta é a de não mentir para si mesmo. Porque muitas vezes, você não consegue ser sincero nem mesmo com você.

Mas a gente perdoa, afinal, estamos fazendo isso com nós mesmos. O problema é quando essa mentira transcende o “si mesmo” e passa para os outros. Aí ela toma proporções inimagináveis. E não é isso que a gente quer para nós mesmos, nem para quem nós consideramos, amamos, admiramos.

Afinal, guarde as suas mentiras para si. E evite que elas transcendam, afinal, pequenas mentirinhas podem se tornar grandes bolas de neve. Aqueles passos básicos de uma convivência e relacionamento harmônicos sem as quais não existe um mundo em harmonia.

Inspirado no Bloganuary do WordPress.com

O tema do vigésimo terceiro dia foi “O que é uma mentira que você diz a si mesmo?“. Porque a verdade importa para um relacionamento pessoal, mas para si mesmo, nem sei se vale a pena mentir. Você precisa ser sincero consigo mesmo.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.