ORDEM NA CASA

Blog, em uma das definições da Wikipedia, começou como um diário online e, hoje, é uma ferramenta indispensável como fonte de informação e entretenimento. E abre espaço geralmente para todos os fatos que não encontram a mesma oportunidade nos grandes meios de comunicação. E todo e qualquer fato nem sempre pode ser classificado como notícia ou nem sempre toda e qualquer opinião pode ser emitida por mim sem prévia análise dos fatos, visto que opiniões malformadas geram problemas.

Algumas pessoas, ao tomarem conhecimento do blog, pensam que ele é uma coluna de jornal ou uma rádio comunitária. É bem mais que isso. E ao mesmo tempo não é. E é claro que, evidentemente, sugerem muitas pautas, algumas que nem sempre são possíveis de publicar, já que, como esta é uma página pública, todas as postagens irão certamente despertar as mais diferentes reações.

Cada uma das mais de 300 matérias publicadas aqui foi muito pensada. E só foi ao ar aquilo que realmente tivesse alguma relevância ao meu redor e aos meus pensamentos. Abrimos espaço para que os colegas sugiram, mas dentro dessa regra de relevância. Pensando nisso, vamos aqui falar do próprio blog, refletir sobre ele e deixar clara a sua importância:

1- Nem tudo o que você vê de diferente é necessariamente uma notícia: Um exemplo disso é uma pequena reforma que está sendo realizada no pátio do Lyceu, de colocação de um simples cano de esgoto. A obra é tão visível que literalmente dividiu o pátio da escola ao meio em pelo menos 10 metros.

É uma obra que faz parte da manutenção de qualquer escola: já presenciei várias no Santa Ângela. Só uma intervenção mais forte na escola, como reforma de quadra (o que já aconteceu com o Santa Ângela), reformas gerais na estrutura da escola ou projetos relacionados com o desenvolvimento cultural e educacional da mesma podem justificar uma matéria no blog. Não ficaria legal comparar a obra com a divisão do Muro de Berlim.

Um ótimo exemplo de iniciativas da escola, sejam elas feitas por alunos ou professores, são as seguintes: Semana Cultural, Jogos Internos, um concurso de beleza ou mesmo trabalhos de escola bem diferentes dos padrões comuns. Tanto faz em textos ou mesmo em vídeos. Ou seja, notícia mesmo é algo que aconteceu de relevante, e não de diferente.

2- Muito cuidado ao opinar sobre algo: Opinião é uma coisa que você emite de livre e espontânea vontade. O maior risco de emitir uma opinião porque alguém pediu é de falar besteira.

Algumas sugestões de matérias que chegaram a mim via colegas foram para me pedir a opinião sobre atualidades, coisa aliás que não se pode fazer assim, na lata, sem antes você fazer uma profunda análise do fato ao qual você pretende opinar.

3- Sobre família e amigos: O blog leva o meu nome, é um blog pessoal, mas privacidade é privacidade, e por isso mesmo a vida pessoal deste que vos escreve não é muito destacada aqui no blog.

Apenas fatos de natureza extraordinária da família e dos amigos são publicados no blog, o que foi o caso da famosa fuga da cadelinha ou do nascimento do sobrinho.

4- O que o blog necessariamente publica, então? O blog, como já disse, não é uma página de notícias. Não poderia citar fatos que não presenciei como se tivesse presenciado. Comentários e opiniões são dados por mim de livre e espontânea vontade.

Isso tudo porque a fonte do trabalho deste blog são as ideias, não só as minhas, como também as ideias que fazem a diferença e que merecem divulgação desta página. E os tópicos desta matéria demonstram o quanto o blog foi, é e será sempre aberto as sugestões dos leitores.

As postagens mais elogiadas são aquelas que relatam fatos da cidade (e ultimamente, fotos da cidade), comentários sobre futebol, curiosidades e notícias importantes, os fatos que presencio, desde assuntos da escola onde estudo até a cidade onde vivo, enfim, aquilo que realmente interessa e passa credibilidade. Tanto que procuro sempre evitar os erros do passado, que foram frequentes no início do blog, quando ele ainda se chamava "Diário do Josi".

A evolução dos meses, com a fotografia, interatividade via Twitter, via pessoal, melhorias estruturais no blog, tudo isso só foi possível graças a força de vontade e prazer em fazer este trabalho que graças a muitas ideias está chegando mês que vem a 1 ano de idade. E chegamos até aqui sabendo da importância de usar o espaço público com responsabilidade, ou seja, fatos que mereçam atenção da página são devidamente publicados.

Em linhas gerais, tudo isso que esta postagem se propôs a citar se resume numa frase: Nem tudo que vejo pode ser colocado aqui se não for realmente legal e interessante.

Compartilhe este post