ONDE VOCÊ MORA, CRIA SUA IDENTIDADE

Como bem disse no ano passado em um post parecido, a cidade onde você mora é onde você cria sua identidade. Não adianta ir pelo senso comum de um lugar que ainda está distante de você mesmo que esteja a poucos quilômetros de distância. Seu lugar é seu lugar.

E ele tem as suas necessidades. Por isso vamos dedicar este semestre a lembrar que não só as necessidades existem, mas o próprio lugar, que pelo visto estão esquecendo que existe.

Já estou fechando os últimos detalhes das chamadas “listas de desejos”, que são duas, e irão no ar no blog e na fanpage – nessas vou utilizar o recurso do Canvas do Facebook, para fazer algo bem legal, afinal, além do conteúdo, também há o plano visual, afinal quero apresentar a lista bem bonita para ser bem vista.

Não são apenas 28 anos de idade morando na capital paraibana, mas morando também em um bairro do Rangel que ainda precisa evoluir, e parece que nesse ponto o bairro não pode perder o bonde.

E tenho esta ferramenta para ao menos poder mostrar algo ao mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair dos grupos do WhatsApp sem ser notado? Seria um sonho? A semana no blog- 8 a 14 de maio Como usar as reações em mensagens do WhatsApp A semana no blog- 1 a 7 de maio Novidades em teste no WhatsApp em múltiplos dispositivos