Image

O que espero que jamais digam sobre mim

Cite algo que você espera que outras pessoas jamais digam sobre você.

Cite algo que você espera que outras pessoas jamais digam sobre você.

Que eu sou uma pessoa fria. Eu mesmo me acho assim, não vejo graça em muita coisa, não dou risada por qualquer coisa, algumas outras eu olho com frieza. Mas jamais dizem isso sobre mim, pelo menos eu espero que ninguém diga. Mas quero que saibam, e não levem a mal.

Mas porque jamais diriam que eu seria uma pessoa fria?

Porque ainda existe o senso comum de que as pessoas frias jamais dizem que são pessoas frias, ou não se reconhecem como tais. Talvez porque as pessoas frias se disfarcem nesse mundo e não digam o que sentem.

A minha frieza é pela concentração que eu quero ter de fazer uma coisa bem feita e de ter todo o tempo do mundo para isso. E para isso eu nunca teria a mesma expressão de qualquer pessoa. É uma característica minha, que eu não consigo disfarçar.

Ou se consigo, acho que consigo enganar muito bem. Mas se eu sou uma pessoa fria, não é pelo senso comum da raiva ou da amargura que a palavra carrega em seu significado. É por lutar pelo meu espaço e reconhecer que todo dia tem uma nova batalha para vencer.

E me perdoem se eu sou assim. É o meu jeito de ser, lutando por isso mesmo: pelo meu jeito de ser. E eu entendo quem não me enxerga assim e jamais diria para mim que eu sou uma pessoa fria.

Mas sim, sou uma pessoa fria, sem medo de minha própria sinceridade.


Uma pergunta sugerida pelo Daily Prompt do Jetpack: diariamente, toda vez que eu abro o app ou a sugestão de escrita diária, o Daily Prompt me sugere um tema. Siga-me no Instagram, no TikTok e nas demais mídias sociais.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 125: Como eu esqueci de oito desenhos?
  2. Luneta Sonora 124: Que legenda este episódio merece?
  3. Luneta Sonora 123: A velha rotina está de volta
  4. Luneta Sonora 122: Nunca pode ser tarde, mas tem sido tarde
  5. Luneta Sonora 121: Um dia de recados soltos
  6. Luneta Sonora 120: Pessoas reais, conexões reais, propósitos reais

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.