FECHADA TELEVISÃO ABERTA

A TV Record definitivamente não aprende. Quando acho que não, a emissora mais uma vez continua a provocar sua concorrente, protagonizando mais uma vez um papelão. Pequeno, mas papelão.

Todos nós sabemos das histórias e controvérsias da Rede Globo. Todos nós alguma vez a questionamos sobre seu papel na sociedade. Isso é mais do que legítimo quando a gente acha que a empresa de comunicação não nos corresponde mais. Toda crítica é legítima dentro da proposta de se levar em conta aquilo que está errado. Mas a Rede Record infelizmente usa essas críticas para tentar não acabar com o monopólio da Globo, mas ser o monopólio. Uma coisa é a crítica para ressaltar que aquilo está errado; a outra completamente diferente é repudiar aquilo que você no fundo quer ser.

Conforme eu disse no blog do Rockerr23 sobre uma postagem que ele escreveu sobre um episódio de falta de humildade por parte de uma pessoa famosa, A tática de ataque, falta de humildade e intimidação para se conquistar popularidade só vai trazer resultados inversos.

Se existem denúncias, que elas sejam esclarecidas, isso já deixei claro não importa o lado, pois como quero deixar claro, eu não defendo ninguém. Agora que jornalistas não sejam usados como porta-vozes dos proprietários dos grandes veículos de comunicação, que é o que está se vendo.

A Record alega que isso seria um desespero da Globo por conta do lançamento de seu portal de notícias, o R7 (7, para quem não sabe, é o número do canal matriz da Record em São Paulo). O portal nada mais é que a resposta (atrasada, diga-se de passagem) ao crescimento de portais de notícias como o G1 da concorrente. Ela obviamente não quer que a concorrente ganhe terreno na Internet, que diferente da televisão, é um meio cem vezes mais democrático do que a fechada televisão aberta brasileira. Nada posso esperar do portal nada mais que as mesmas coberturas parciais da Record, só que na rede. Mas mesmo assim a empresa continua demorando a entender que a queda de audiência na televisão (e não apenas da Globo) não se dá por simples migração de canal, e sim porque cada vez mais os brasileiros migram para outras mídias (assistem DVDs, acessam Internet, etc).

Nos grandes meios de comunicação não há ponto nem contraponto: as empresas defendem sempre os mesmos interesses de formas diferentes. A Globo comete excessos, comete, porém a Record poderia olhar também para os seus excessos, pois ela também está cometendo no mesmo grau.

Vamos deixar as desavenças de lado e respeitar o telespectador? São situações como essa que deixam cada vez mais fechada a nossa televisão aberta.

* Não foi só isso: a Record fugiu do assunto ao fazer uma reportagem sobre o escândalo envolvendo o piloto Nelsinho Piquet. Falou pouco do escândalo e preferiu dizer que a Fórmula 1 se destaca pelas trapaças e que a audiência do evento (que é transmitido pela Globo) está caindo. Já não vejo Fórmula 1 com a mesma frequencia de antes, não só por falta de interesse, mas porque eu estou aqui na Internet ou quando não, fora de casa, até porque manhã de domingo é convidativa para você ficar fora de casa. Antes de falar qualquer coisa, é necesário entender que consequência tem múltiplos fatores.

Compartilhe este post

3 comentários em “FECHADA TELEVISÃO ABERTA”

  1. Cara, vc é jornalista ou o quê? Vc escreve as matérias bem demais. Incrível mesmo o jeito q vc fala, parece tipo um repórter CNN 😀
    Continue desse modo e vc terá um futuro enorme pela frente, seja em blogs, ou jornalismo, etc.

    E comentando sobre o post:
    Realmente, é uma insistência, q tira a paciência; essa guerra por audiência, q atacam-se entre si e qm tiver pela frente, desde q dê lucro, e conteúdo para àudiência deles q se dane.
    TV Brasileira = T.P.T. (Tremenda Perca de Tempo)

  2. Paulo Rafael, parabéns pela sua excelente análise! Em poucas palavras, ou melhor, em três letras deu para definir no que realmente virou a televisão brasileira: uma Tremenda Perda de Tempo.
    No último parágrafo da postagem passei uma rápida informação de mais uma da Record que pouca ou quase nenhuma gente comentou, sobre o que foi visto em uma simples reportagem sobre aquele escândalo envolvendo a Renault, onde a emissora fugiu do assunto e atacou a Fórmula 1.
    Quem divulgou esse escândalo? A própria Rede Globo. Deu muita ênfase ao que aconteceu em seus noticiários esportivos.
    Acredito que é possível tirar a comunicação da condição de porta-voz dos proprietários das empresas e colocá-las como porta-voz da sociedade como um todo, é para isso que ela existe.
    Valeu também pela força, quero fazer o melhor para que esse sonho se torne realidade.

  3. Certa vez ouvi de alguem que na TV atual nada de cria, tudo se reaproveita, usando uma nova roupagem. A Record praticamente virou o clone da Globo. E ambas tem padrinhos fortes…a Record tem a IURD, enquanto que a Globo tem o Governo Federal. em suma…os brasileiros financiam os picadeiros da tv brasileira, seja com os altos impostos, seja com os dízimos pagos a essa entidade religiosa.

    A TV é um grande AIR (Aparelho Ideológico do Estado) e não foi criado à toa. Althusser fala a respeito.

    Parabens pela postagem. Faço das palavras do Paulo Rafael as minhas.

    Abraços

Comentários encerrados.