DESTAQUES DA MADRUGADA- POST 3200

No ar, os destaques da madrugada, post de número 3200 do Blog Josivandro Avelar.

Antes de mais nada, não poderia deixar de me referir ao número 3200 sem se lembrar do 3200 mais famoso do bairro onde moro.

Desde 1989 levando e trazendo do Cristo para o Valentina e de lá para Mangabeira.

2016-01-23 15.54.38Ok. Pelo menos tem uns ônibus melhores que a linha oposta. Mas vamos prosseguir o post 3200, com um pouco mais de lotação que o próprio.

Antes de mais nada, se você ver este post via celular vai ver a foto virada, ou como falamos neste estado, emborcada. Não entendo porque o celular velho guerreiro costuma fazer isso com as imagens em vertical. E olha que já tentei várias coisas. Mas isso é só no celular. Quem lê no computador ainda vê essa imagem na sua posição normal. Normal para mim.

Vamos continuar de onde eu estava. Sim, lembra do episódio das luzes que contei num post de abril deste ano? Pois bem, pelo menos os postes da 2 de Fevereiro estão solucionados. Na última terça-feira todos os 18 postes tiveram seus refletores trocados por um modelo decente. Pelo menos todos acendem de noite. Luzes de cor âmbar.

E ainda trocaram também os refletores dos postes da outra principal do bairro. Em uma das vias do corredor, substituíram refletores da época da pedra. Sabe aqueles que se parecem com uma sombrinha? Tinha uns dois na Júlia Ribeiro que foram instalados há uns 40 anos e somente trocados ONTEM!!!

É o tipo do momento que parece insignificante se não fosse histórico. Espero ainda ver a Feira do Rangel passar por uma revolução no futuro. O mercado é de 1970 – sim, quase 50 anos – e não sabe o que é uma reforma.

Histórias do Rangel perto do Cristo e vice-versa. Uma cidade à parte na capital paraibana. Cada rua traz histórias. Até mesmo onde o 3200 passa. Ah, ainda tá passando no Homero Leal? Não redefiniram o percurso por conta da construção do viaduto que nos separa do Geisel.

Sabemos que você passa próximo do Almeidão. Ou até já foi para lá. Lembre que também há um pouco de história ou várias do lado de fora dos muros e arquibancadas do estádio. Já morei lá perto enquanto a casa que moro hoje tomava a forma de atualmente.

Esse post 3200 parece mais longo que o próprio percurso do Circular, não tão longo quanto o da sua irmã seis meses mais velha 5100. Mas outras e outras viagens continuam a ser feitas pelo tempo e pela história do lugar onde você vive e cria sua identidade.

E é isso. Sonhem com os anjos e boa noite.

Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *