LUZ (ARTIFICIAL) DO DIA

Em qualquer canto da cidade você vê isso. Postes acesos 24 horas por dia, dia e noite, iluminando praticamente nada na luz do dia. Só gastando energia…

2016-04-10 10.40.20

Esses flagrantes fiz hoje na Avenida 2 de Fevereiro, no Rangel. Só nessa rua existem três postes acesos 24 horas por dia. Os registros foram feitos entre 10 e 11 horas da manhã.

E olha que não tive tempo de registrar um outro poste com luz acesa na Nereu Ramos, em frente a Escola Orlando Cavalcanti Gomes. Fora um e outro aqui e ali.

2016-04-10 11.18.33-1

A conta de cada poste aceso desses quem paga são os moradores através das taxas de iluminação pública, aquelas que vêm nas contas de luz todo mês.

Em compensação…

Em outros postes dos arredores de onde moro, começaram a ser instaladas lâmpadas de LED nos postes. Várias lâmpadas do modelo antigo – de vapor de sódio, aquela de luz laranja – foram substituídas por lâmpadas de LED, na cor branca, que iluminam bem mais do que aquelas mais velhas que as vapor de zinco, lembram das branquinhas? Então, é melhor que ambas.

Desde janeiro de 2015, a iluminação pública nas cidades é de responsabilidade das prefeituras. Se por um lado, a Prefeitura de João Pessoa deve resolver os problemas mostrados acima de postes acesos o dia todo, todo o dia, por outro está de parabéns pela troca das lâmpadas pela nova tecnologia em LED de alguns postes.

Lâmpadas de LED iluminam postes de locais que até então eram esquisitos de passar. Próximo de uma dessas lâmpadas acesas está uma parada de ônibus, e onde antes existia um poste apagado, hoje há uma lâmpada de LED iluminando o local, tornando-o menos esquisito para os transeuntes, principalmente os passageiros que esperam ônibus ali de noite. A diferença é gritante perto de um poste com lâmpada laranja.

Aliás, os postes aqui fotografados e os que não foram, acesos o dia todo e todo o dia, todos eles ainda possuem lâmpadas laranjas.

É fundamental manter a cidade e o bairro onde você mora iluminados. Quando a noite cair, de preferência.

Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *