Cem iguais a ela, diferentes dela

Este é o centésimo post do Blog Josivandro Avelar com esse modelo de arte retangular acima. Cem artes iguais a ela, diferentes dela. Mas porque são desse tamanho?

Tudo na vida tem uma lógica. E ela foi estabelecida quando lancei Luneta III, tema do blog com base em Astra – primeiro tema a atingir 1 milhão de instalações no WordPress. 1 milhão de sites com ela, diferentes uns dos outros. Mas se do tema já dei meus parabéns aos desenvolvedores, queria falar um pouco de como a lógica das imagens vai mais além.

Passei a usar o Adobe Spark para a criação das artes que ficam em cima do blog. Só organizar qualquer coisa que tivesse a ver com a lógica dos assuntos. E o tamanho retangular é nada mais que o das artes de Open Graph do Facebook, de modo que as artes apareçam inteiras ora no site, ora na rede social. Por isso elas são desse tamanho.

Como queria estabelecer uma padronização faz tempo, aproveitei a mudança do tema para começar isso, de modo a parametrar o tamanho da página inicial do blog e não ficar uma zona. A partir do post de lançamento do novo tema, todos os demais passaram a ter o mesmo tamanho. E todos passaram a se comunicar com o tema de cada post.

O que cria uma harmonia visual interessante, literalmente convidando o leitor, assim o deixando mais imerso ao conteúdo.

No site da 612 Comunicação, foi estabelecido o mesmo padrão, porém ele é fixo, para estabelecer sinergia com a comunicação visual empregada pela agência nas redes sociais.

Para as páginas estáticas, foram também feitas artes padronizadas, elas apenas não aparecem no post, e sim quando são compartilhadas nas redes sociais. O mesmo foi feito em alguns sites da network 612.

Organização é tudo

Uma página organizada é fundamental para manter o leitor à vontade. Ele logicamente não espera um site bagunçado. Padrões são fundamentais nesse momento e mais do que escrever em um site, você precisa fazer a diferença.

E assim vai sendo. Mais cem, duzentas, trezentas artes iguais a arte acima vão vindo. Diferentes dela. E assim vão se multiplicando as “cabeças” dos posts do blog.

Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *