UMA TÍPICA MANHÃ DE INVERNO

Como em todo inverno por aqui, sempre existe uma manhã chuvosa.

E, como em todo inverno por aqui, sempre existe uma manhã chuvosa na qual você acorda cedo e só levanta meia hora depois. Enquanto isso, lá fora, todos estão de guarda-chuva e capa. A chuva de hoje de manhã aqui em João Pessoa (choveu também em outras partes do Estado) até que não foi lá assim tão forte, mas lá na Lagoa, bem, lá na Lagoa…

Isso mesmo que você está pensando quando vêm em mente as palavras chuva e Lagoa, ainda mais a do Parque Solon de Lucena. A Lagoa transbordou mais uma vez. Todo ano é a mesma coisa, o mesmo transtorno naquela região. E não foi só a Lagoa: várias ruas da capital, como a Rui Barbosa, na Torre, também tiveram algum ponto onde a rua mais parecia lago.

Ter de tocar no mesmo assunto toda vez que chove em João Pessoa é chato, mas fazer o quê se toda vez que chove os transtornos acontecem? No caso das ruas e da própria Lagoa, o problema é das galerias pluviais que volta e meia sempre entopem e causam os problemas vistos hoje. A própria população pode ajudar não jogando lixo nas galerias, mas as autoridades também podem colaborar fazendo a limpeza e a manutenção desses pontos. Aí, se essas duas simples medidas fossem colocadas em prática com mais frequencia, certamente os transtornos provocados pelas chuvas como a de hoje poderiam ser minimizados.

E assim, com coisas tão simples, espero falar menos de chuvas. E se for para falar de chuvas, só se for para falar da melhor parte, pelo menos uma vez perdida…

Compartilhe este post