Uma story sobre listas telefônicas

Essa story eu fiz para tentar entender – e certamente difundir ainda mais – o paralelo entre as listas telefônicas e o Google fez tanto sucesso lá no site da 612 Comunicação.

Naquele post, muita gente achou que a 612 vendia listas telefônicas, mas não vende, lógico, é uma agência de comunicação. Praticamente não sei onde encontrar mais. O público pode recomendar nos comentários onde encontrar.

E sabendo que as pessoas seguem procurando não apenas as listas, como também os seus paralelos com o normal de hoje, fiz mais uma story dessas conceituais, para fugir dos assuntos habituais, para dar uma oxigenada por aqui, afinal, este é um blog que fala de tudo e nada ao mesmo tempo – na pegada do Luneta Sonora.

Afinal, do que você lembra daqueles tempos em que você procurava tudo que é endereço em uma? São histórias que quero trazer e que merecem ser compartilhadas com as pessoas. Porque elas ainda fascinam e mexem com a memória afetiva das pessoas.

E aí, lista telefônica é da sua época? Confere aí a web story que eu fiz sobre ela.

Tô por aqui, nas redes sociais, no Luneta Sonora. Mais fácil do que achar em uma lista telefônica. Que lembrando, não sei onde eu acho hoje em dia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Instagram traz aviso para lives nos perfis Comunidades do WhatsApp: a que pé andam os testes? Ativar o backup criptografado no WhatsApp com senha Bloganuary – 11 a 20 de janeiro de 2022 Instagram agora tem remix de vídeos