TRABALHO DURO

Mais um mês que demorou a começar, mais um mês que rápido termina a depender do ritmo de trabalho. Mas é agosto, e dizem que esse é o mês psicologicamente mais longo do ano…

…E de trabalho duro! Em momentos de crise – e de crises, sejam essas crises econômica ou de ansiedade -, tudo é fundamental para que nada saia do passo e fracasse. Um ato qualquer que você faça te dá aflição, medo, coisas que você não sabe de onde vem.

beach foam landscape nature
TOC é como mar revolto, uma onda que vai passar… Foto por Pixabay em Pexels.com

Aprender e reaprender fazem parte desse ritmo. Mas bora lá, isso faz parte! Faz parte entender o que você tem e o que você precisa para melhorar. Faz parte valorizar cada passo da sua caminhada. Faz parte entender cada passo desse trabalho intenso. Entender que tudo é assim e como onda… Passa.

Vai passar! Acalmar a alma, acalmar tudo. Já sei como conseguir me acalmar quando necessário for. E quando me acalmar, esquecer, pois faz parte apagar as crises.

Este é quase um diário, embora não escreva todos os dias. É como um apoio para evitar as crises. E todas as vezes que eu tiver, eu vou me lembrar dos cadernos de 48 e 96 folhas, onde eu tinha que manter tudo como estava, para não arrancar nenhuma folha ou destruir o caderno.

É como mar revolto, uma onda que vai passar, depois de uma tempestade. E tempestades nunca avisam quando chegam.

Compartilhe este post