Quando o sol nasce…

Eu sou daqueles que dorme e acorda tarde, porque eu sou inquieto demais. É, vocês já sabem disso e talvez nem precisasse repetir se eu repeti alguma vez. Mas também sou daqueles que vira e mexe sonham em estar lá fora quando o sol nasce. Ou quando o sol se põe também.

Em outras palavras, quando o sol se esconder ou sair do esconderijo, me imagino em qualquer lugar sozinho. E já sonhei muitas vezes nesse cenário. Não foi apenas uma única vez. É como se eu esperasse as pessoas para dar movimento ao mundo.

É como se a minha vida não dependesse necessariamente do sol lá fora. Mas aqui estou eu escrevendo mais um texto sobre as noites, o nascer e o pôr do sol que eu não vi, lembrando de todos os que eu vi e de como justamente o pôr do sol me fascina. Assim como o nascer que raramente vejo.

Quando o sol nasce eu me faço presente de alguma maneira, enquanto muitos dormem e alguns acordam. Se não pela realidade, é pelos sonhos. Cada vez mais cedo, nunca será tarde.

E ainda assim, estou dormindo.

Inspirado no desafio Bloganuary do WordPress.com

O tema do vigésimo quarto dia é “Escreva sobre um sonho que você se lembra.” De todos que eu lembro, vários são quando o sol nasce e se põe. E sozinho, sem ninguém na rua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WhatsApp vai deixar de funcionar nos iOS 10 e 11 A semana no blog- 15 a 21 de maio Sair dos grupos do WhatsApp sem ser notado? Seria um sonho? A semana no blog- 8 a 14 de maio Como usar as reações em mensagens do WhatsApp