PERÍCIA TIPOLÓGICA

Já colocamos no ar no Desenhos, Imagens e Mensagens dois dos seis posts de uma série com 18 dos 19 layouts da PB Rio (o 19º layout, o vencedor, está num post isolado).

Link: Os Layouts da PB Rio- Parte 1

Link: Os Layouts da PB Rio- Parte 2

Em alguns deles, passei um tempo periciando as tipologias utilizadas pelos autores. Inicialmente vasculhando todas as fontes que estão instaladas no meu computador, e outras, pesquisei na Internet pelo fato de que algumas delas eu não tinha no computador de casa (que eu ainda não transformei num legítimo computador de um designer). Ou seja, procurei saber que tipos de caracteres eles utilizaram nos trabalhos. Algumas delas foram bem difíceis de decifrar, mas deu tudo certo.

Essa pesquisa na Internet envolveu um bom tempo em procura dos tipos de caracteres em sites de download de fontes, procurando diferentes formatos e verificando qual tipologia foi utilizada em cada trabalho, para que ela seja detalhada em cada mockup.

Além de pesquisar nos sites de download de fontes, ainda contei com mais auxílios. São sites que lhe ajudam a decifrar o segredo por trás das tipologias que você sabe a formato, lembra de algo que foi escrito com essa fonte, lembra tudo. Só não lembra o nome ou não sabe o que é. E foi graças a eles que descobrimos muita coisa.

Aqui, trago sugestões de dois sites de pesquisa de tipologia, pelos quais procurei saber muita coisa e consegui obter as respostas, depois de muita busca. E como a gente acredita que você também tenha as suas dúvidas, quem sabe você não as soluciona como eu solucionei as minhas.

WhatTheFont

Em alguns casos, coletei uma amostra da fonte e transformei em um arquivo de imagem independente.

Esses arquivos são encaminhados para esse site, o WhatTheFont. Você envia um arquivo de imagem com a fonte que você quer procurar e seleciona os caracteres que correspondem a aquilo que aparece na imagem (se for um R maiúsculo, digite um R maiúsculo, se for um número 4, digite um número 4 e por aí vai seguindo a lógica). Do resto, o site encarrega-se de analisar para você.

Os resultados das tipologias aparecem baseados nos caracteres que você digitou no segundo passo, ou seja, eles já aparecem exatos para que você compare a imagem com os resultados exibidos.

Mesmo que os resultados dados pelo WhatTheFont não sejam os mais exatos possíveis, você já tem uma pista do que encontrar.

E se não tiver encontrado o nome da tipologia que está procurando, não se desespere! O blog ainda tem mais uma sugestão para você tirar de vez as dúvidas.

Identifont

Esse site é uma mão na roda. Ajudou a identificar grande parte das tipologias que eu estava procurando.

Diferente do Whatthefont, onde você utiliza uma imagem para procurar a tipologia, o Identifont ajuda a identificar a tipologia pelas lembranças que você tem do formato delas. Ele ajuda a identificar as tipologias por similaridade, pelos nomes, por figuras (tipologias do tipo DingBats) e pelo designer (ou empresa) que as projetou. Essas são as mais fáceis porque eu fiz na parte mais difícil. E mais divertida, diga-se de passagem…

A identificação por aparência. A primeira pergunta que ele faz é se a fonte é serifada (serifas são os traços que aparecem no fim das hastes das letras) ou não. Depois disso, é feita uma série de perguntas a qual detalha se a fonte é aberta ou fechada, se possui ponta arrendondada ou não, se o talo da letra Q  é dentro ou fora do círculo, se o J fica dentro ou fora da linha de base, etc., etc., etc. À medida que você responde (ou pode pular a pergunta se quiser), o site vai eliminando as fontes até chegar naquelas que você procura. O site está em inglês, mas é de fácil compreensão.

Essas são algumas dicas para você que está a procura de uma tipologia e não lembra o nome da mesma. Siga-as e você consegue encontrar a tipologia que procura.

E essas descobertas não deixam de ser um grande aprendizado, afinal quanto mais você tenta descobrir, mais acaba aprendendo e descobrindo novas tipologias. E imaginando como elas ficariam em trabalhos futuros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Como usar o WhatsApp em múltiplos aparelhos Celulares onde o WhatsApp vai parar de funcionar Como funciona a verificação de contas no Instagram Como aparecer na pesquisa do Instagram Lista Telefônica é da sua época? Onde o WhatsApp vai parar de funcionar O Instagram bugou de novo! Ouvindo áudio antes de postar no WhatsApp Web Política de privacidade do WhatsApp ajustada para o Brasil Instagram dá fim ao “arrasta para cima” Capa nos destaques das stories do Instagram Criando link do WhatsApp