PENSAMENTO DO DIA

Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica…

Vinicius de Moraes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Recursos de segurança do Instagram Bug da câmera do WhatsApp resolvido Backups mais seguros no WhatsApp WhatsApp em quatro dispositivos O bug da câmera do WhatsApp Fotos em alta qualidade no WhatsApp?! O Instagram não é mais uma rede social de fotos?! Como ganhar dinheiro no TikTok Mídias autodestrutivas no WhatsApp?! Links do Instagram para todos?! Pagamentos pelo WhatsApp liberados para todos Storytelling com a Kombi