OS URSOS DO CARNAVAL

O carnaval é só daqui a um mês, ou seja, no final do mês de fevereiro, mas os blocos de urso, aqueles mesmo, já estão nas ruas. A maioria é brincadeira de criança, mas existem uns blocos que se profissionalizaram. A dinâmica desses blocos é a seguinte: um grupo de meninos organiza um bloco de urso. Aí um deles é escolhido para se vestir de urso (parece tudo o que você imagina, menos um urso) e os outros fazem o papel da bateria; pegam meia dúzia de latas de alumínio e saem batucando por todo canto que passam, tocando a mesma coisa (sabe se lá porque). Imaginem o calor que o cidadão vestido de urso está passando. Isso sem contar que existem pessoas que se assustam com tais figuras folclóricas. Alguns faturam com isso: é que alguns ursos vão de casa em casa e pede (sem falar uma palavra, até por causa de todo aquele barulho e toda aquela fantasia) uns trocados.
Já os profissionais devem ter começado como meras brincadeiras de criança como as que citei acima, porém trocaram as latas de alumínio por bumbos e tambores, mas nem por isso os ursos ficaram menos assustadores para quem tem medo.
Alguns mais parecem micos do que ursos. Aliás, quem se veste naquela fantasia já paga um mico visível. Mas é assim, é a nossa cultura, e o que seria de nós sem ela?
Compartilhe este post