NA BASE DO IMPROVISO

Com o avanço das obras do Viaduto do Geisel, o que era previsível que fosse acontecer aconteceu: as linhas 202, 2300 e 3200 passaram a circular pelo acesso em frente à entrada da Arquibancada Sombra do Almeidão. Além disso, teria que arrumar outra maneira de atender aos moradores da rua Rogério Benevides, que teriam que mudar seus hábitos, uma vez que a modificação é definitiva; não há mais como os ônibus voltarem ao antigo percurso, uma vez que os acessos dos ônibus foram fechados e agora serão usados como parte da pista da BR-230. Só que a modificação está sendo feita literalmente falando, no improviso. E olha que a sede da Semob é bem perto dali.

Quem fez o improviso do itinerário, pelo visto, foram as próprias empresas – São Jorge e Transnacional – que logicamente, não vão perder esses passageiros nem obrigar os mesmos a andarem 500 metros até as paradas da Ranieri Mazzili. A maioria dos ônibus – sim, nem todos fazem esse esquema – está fazendo esse balão aqui mostrado no mapa para poder efetuar o embarque e desembarque dos passageiros na área do Homero Leal, o que garante a sobrevida de 2 paradas, que ficam próximas ao Estádio Almeidão. As outras duas foram, na prática, desativadas.

O esquema de como estão passando os ônibus na área do Almeidão. Isso se não tiverem mudado.
O esquema de como estão passando os ônibus na área do Almeidão. Isso se não tiverem mudado.

Os embarques e desembarques das paradas desativadas estão sendo feitos na rua Carlos Dias Fernandes, na esquina com a Rogério Benevides. Tudo sem nenhuma indicação ou sinalização de que ali estão sendo feitos embarques e desembarques. Além da própria confusão, uma vez que os veículos do 202, sejam os que vão ou voltam do Geisel, estão passando no mesmo sentido. Nesse caso, quem pega o ônibus tem que perguntar aos operadores para onde ele vai – ou os próprios avisam aos passageiros.

Ainda não há nenhum posicionamento conhecido da Semob a respeito de transferências de paradas e adequação dos percursos, uma vez que o desvio está confuso e ônibus estão passando duas vezes pelas paradas. O mais provável é que haja um rearranjo das mesmas, uma vez que a partir de agora os ônibus não irão mais usar a rua para chegar ou sair da BR-230 com origem ou destino ao Geisel.

Outras linhas podem ter seus itinerários modificados ao longo do avanço das obras do Viaduto do Geisel, bem como após sua conclusão. Na área do Geisel, passam, além das três linhas do Cristo, as linhas 106, 107, 118, 502, 1519, 5120, 7118 e 7120. Nenhuma destas teve ainda seus itinerários modificados na área.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *