LIBERDADE DE EXPRESSÃO

A vantagem do meu blog é o fato de eu poder expressar minhas ideias com liberdade. E muitos têm falado bem dos meus artigos, inclusive gostaria muito de agradecer aos elogios, uma motivação para que eu possa continuar a produzir mais e mais. O que eu quero é fazer opiniões sérias, sentimentos sinceros e, quando a ocasião exige, críticas construtivas. Aqui me sinto à vontade para exprimir minhas opiniões, pena que isso não acontece no mundo lá fora, ou seja, em sociedade.
Porém infelizmente me chamam de intrometido, porquê? Será que eu não posso ter o direito de me expressar livremente sobre meus sentimentos?
Antes que você pense que isso é relativo a alguma coisa que escrevi, calma: não tem nada a ver com o blog. Ninguém reclamou de nada, pelo contrário, quem viu elogiou o que faço aqui. Mas em minha vida social isso sempre acontece comigo; não posso exprimir opiniões, sentimentos nem fazer nada pois sempre sou chamado de intrometido, metido, ou coisa parecida.
E o que isso gera no futuro? Isolacionismo, a sensação de que só sou útil para a sociedade de duas maneiras: sozinho ou calado. Mas eu não vou deixar isso acontecer comigo, nunca!
Eu acho muito chato quando isso acontece porquê querem que eu seja sempre passivo, que eu só olhe, mas quando quero exprimir uma opinião aonde quer que eu esteja, “cale a boca!”. Como não querem que eu seja uma pessoa sozinha se as pessoas agem comigo desse modo? Ou só precisam de mim para rirem de minha cara?
É, parece que só aqui no meu meio de comunicação, e justamente nele, posso me expressar com a
liberdade da qual querem me privar. Mas mantenho meu sonho em pé de poder ajudar a sociedade de alguma forma, pois a minha melhor maneira de me sentir à vontade é me comunicando, como estou fazendo agora escrevendo e ao mesmo tempo desabafando, pois sei que alguém deve estar lendo. Talvez o subtítulo do blog (esse de Shakespeare) resuma tudo isso que escrevo hoje.
O princípio de liberdade de expressão não é apenas uma coisa a ser praticada no jornalismo, já que, como essa é a carreira que escolhi, irei lutar por ela. A liberdade de expressão tem que ser levada para a vida, na sua casa, no trabalho, na escola, com os amigos. Sempre é importante ouvir e respeitar as opiniões e sentimentos do próximo.
E reproduzindo um comentário que recebi de um anônimo (que eu acho que era o meu irmão), nunca deixe ninguém desistir dos seus sonhos: aceite as críticas, mas absorva apenas o que achar que lhe convém! Sabem de uma coisa: é isso mesmo que vou fazer: nunca irei desistir dos meus sonhos!
Compartilhe este post