LETREIRO DE HOLLYWOOD: SALVO POR US$ 12 MILHÕES

Hollywood é um distrito (e não uma cidade, já que faz parte da cidade norte-americana de Los Angeles) conhecida pelos megaestúdios de cinema. Pela calçada da fama onde estão ícones que marcaram gerações. E também por um letreiro mundialmente famoso.

O letreiro de Hollywood.

O letreiro de Hollywood está lá desde a década de 20, mas ele era maior. Começou como HOLLYWOODLAND para promover um condomínio residencial com esse nome. Mas, com o passar dos anos, o letreiro passou a ser marca registrada daquele lugar, tanto que, em 1949, tiraram o LAND do letreiro, alegando que o nome, por ter 13 letras, dava azar. Assim, ficou só o HOLLYWOOD, com nove letras.

Mas a história do letreiro lembra a de um filme, como tantos que saíram dali daquele famoso lugar. O letreiro já caiu aos pedaços em várias ocasiões. E além disso, tem gente que inventou de fazer empreendimentos futuros justamente ali, naquela encosta.

Em 1978, várias personalidades salvaram o letreiro. Nove deles doaram cada um por uma letra US$ 27.777,00 para reformar o letreiro. Somando US$ 300 mil, o dinheiro arrecadado por astros e estrelas do cinema americano ajudou na restauração de letra por letra do símbolo de Hollywood.

Depois do abandono, foi a vez da especulação imobiliária ameaçar o símbolo de Hollywood. Seria construído na encosta um desses mega empreendimentos imobiliários. O letreiro ia abaixo para dar lugar a quatro mansões de luxo (mas tinha que ser justo naquela encosta?). Essa última tentativa de salvação do letreiro foi feita novamente por vários astros e estrelas do cinema americano, além de outras personalidades. Agora, depois de comprarem as letras, compraram o terreno da encosta.

Disse bem, ia abaixo. Por US$ 12,5 milhões, o letreiro de Hollywood continuará lá naquela encosta. O dinheiro foi arrecadado por artistas e personalidades da cena cultural e cinematográfica norte-americana. A maior contribuição foi a do dono da Playboy, Hugh Hefner, que doou US$ 900 mil. (o mesmo Hefner doou em 1978 US$ 27 mil por uma das letras do letreiro). Ainda ajudaram na compra do terreno os atores Steven Spielberg, Tom Hanks, entre outros, além de empresas de cinema como a Disney e a Warner Bros (que também doou em 1978 US$ 27 mil por uma letra).

Agora quero ver quem será o próximo megainvestidor que vai querer construir alguma coisa justamente naquela encosta. Vão encontrar astros e estrelas dispostos a pagar qualquer coisa para manter um patrimônio mundial como o letreiro de Hollywood em seu devido lugar. E quando disse pagar qualquer coisa, disse pagar milhões de dólares, pelo valor sentimental que o letreiro tem para o distrito e para quem dele vive.

Para você ver que esses negócios de especulação imobiliária, que ameaçam paisagens históricas e naturais no Brasil e em outras partes do mundo, existem até nas maiores potências mundiais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Confirmação em duas etapas no WhatsApp Como o Instagram classifica o que você vê O que é o TikTok? Entendendo os algoritmos do Instagram WhatsApp não irá limitar quem não aceitar nova política de privacidade Truques para ativar a função de pagamentos do WhatsApp Como exibir o número de curtidas no seu Instagram WhatsApp libera função de acelerar áudios Storytelling da Luneta Novos recursos de áudio do Facebook E se eu não aceitar os novos termos de uso do WhatsApp? Visualizando o número de curtidas no Instagram