Firme como um pinheiro

Tem quem atire pedras em árvores que dão bons frutos. Árvores dão mais do que frutos; servem para tudo, dos próprios frutos até a sua madeira. Como uma árvore, busco ser útil; do momento em que se é sombra até o momento que se é realmente útil. Como um pinheiro, contamos com ajuda para nascer e força quando estamos crescidos.

Árvores precisam estar num ambiente não apenas para compor um cenário. A árvore está lá para dar vida. Ser vida. E principalmente perpetuar os nossos legados. Por isso, seria firme como um pinheiro.

Mas porque um pinheiro? A árvore mais robusta que eu conheço. Pelo menos eu vejo assim.

Pinheiros dão frutos. E precisam de uma ajuda para nascer, mesmo que não pareça. Passarinhos se alimentam de seus frutos. E guardam os frutos de que precisam para se alimentar enterrando no solo. Mas aí eles se esquecem de ir buscar e as sementes desses frutos brotam a metros, quilômetros de distância das árvores de onde os pássaros pegaram os frutos. E assim segue o ciclo da vida.

Como um modo de se espalhar por aí. De espalhar vida. E assim um pinheiro cresce forte. Porque contou com a força dos pássaros no início que não se lembram onde guardaram as sementes. Mas lá na frente, são sombra. Fonte de alimento. E beleza para a paisagem. À essa altura, os pássaros foram buscar mais sementes em outras árvores, foram enterrando as que queriam guardar, e assim nasce uma floresta de pinheiros.

E nessa floresta, lá estão os pinheiros firmes e fortes por centenas de anos. Sabemos que nós, humanos, não vivemos tanto. Mas vemos ali um exemplo de firmeza e força, e mais do que isso, cooperação. E é isso que me torna cada vez mais firme como um pinheiro.

Inspirado no desafio Bloganuary do WordPress.com

O tema do trigésimo dia é “Descreva-se como uma árvore.” Baseado nos pinheiros-do-paraná e como eles nascem e crescem, do eterno baile que é a vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair dos grupos do WhatsApp sem ser notado? Seria um sonho? A semana no blog- 8 a 14 de maio Como usar as reações em mensagens do WhatsApp A semana no blog- 1 a 7 de maio Novidades em teste no WhatsApp em múltiplos dispositivos