…E ASSIM FOI 2016

É, gente, terminou o ano. Para uns, 2016 não foi feliz. Outros torceram para que o dia de hoje chegasse, afinal esperam que 2017 traga novas energias e novos ares de um novo tempo.

Para cada um, o ano foi de um jeito. E para mim, assim foi 2016, que apesar de todos os percalços e barreiras, foi um ano de reconstrução. O início de um novo tempo que cabe a cada um de nós reconstruir. E é reconstruindo que vamos seguindo em frente para que cada nova história seja construída.

E tudo isso não foi possível sem um alicerce que ajudasse a manter esse sonho de pé. Ou um pilar de #48folhas. Nenhuma folha arrancada, nenhum post fora do ar. E se você teve uma ideia bacana, que seja aproveitada, não importa se seja a mais irrelevante delas. Toda ideia é e sempre será uma ideia.

O ano de 2016 foi de constante reconstrução e batalhas a serem vencidas. Aprendi com as crises, convivi com elas, lutei a cada momento para enfrentar cada batalha que aparecia. Lutei contra a minha própria cabeça, venci as batalhas, cheguei até aqui pronto para vencer outras tantas batalhas que vierem no ano que virá.

Que o novo ano que amanhã começa traga os novos ares que as pessoas tanto almejam, que traga novas histórias para as pessoas contarem e ajudarem a construir, que traga um novo momento para as pessoas construírem, como uma folha em branco do livro de nossas vidas.

É, gente, assim foi 2016. E assim também quero que seja 2017. De reconstrução constante. O que não quero é desanimar, e não vou desanimar.

Compartilhe este post