#ContentTalks: sobre influência

O #ContentTalks de hoje deveria ser outro pela ordem, mas quis que esse sobre influência passasse a frente. A pergunta que nós vamos fazer é: o que é influência? Como você se sente influenciado? Qual o potencial disso para uma campanha? Comecei lá no Instagram @josivandroavelar e nas demais mídias sociais, e quis trazer para cá. Furei a minha própria fila.

E já que é para furar a própria fila, vamos trazer para cá aquele papo que batemos sobre influência. Sobre porque influência não se mede apenas por números, e sim por credibilidade. Um papo bem ótimo, falei até muito e não quis mudar muita coisa daquilo que escrevi na mídia social. Mesmo não sendo assim tão influente.

Eu preciso mesmo ser influente?

Quando se faz uma campanha, estudamos o mercado, o público-alvo, e temos um objetivo claro: aumentar esse público, tornar o produto ou serviço mais conhecido e ir cada vez mais além, porque as marcas sabem que não são clubinhos fechados para os clientes que já conquistou. Em momentos como esse, em que é preciso se reafirmar num mercado em crise e se reinventar depois de uma pandemia que redefiniu nossas relações pessoais e de consumo, não se pode desperdiçar nenhuma oportunidade de ousar e de ampliar o público consumidor.

Por isso, a gente sabe do nosso poder de influência enquanto profissionais de comunicação. Sabemos das nossas escolhas e do quanto elas podem influir. Não podemos ser “estrelinhas”! Mais do que nunca, quanto mais expandirmos e não nos fecharmos, mais podemos conseguir bons resultados.

A influência, a qual sempre estamos em busca...
Foto por Oladimeji Ajegbile em Pexels.com

É isso que é influência. É trabalhar junto, convidar, ser aberto a experiências. Porque não são apenas números. Números qualquer um pode ter, mas e interagir com eles? Acho que já falei sobre isso, mas ainda há muito para aprender nesse meio.

O profissional da publicidade e o influenciador trabalham juntos em busca de soluções para trazer credibilidade, confiança e principalmente vendas para uma marca. E importante conquistar novos públicos! Em um momento como esse, uma nova clientela não pode ser desperdiçada por conta de nichos fechados, ainda mais quando esses nichos não consomem o produto diretamente.

É credibilidade que chama. E é credibilidade que as marcas querem. Todo trabalho é e sempre será válido. Influência não se mede apenas por números. Influência se mede pela credibilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *