Conhecido? Que seja pelo que sei fazer

De todas as coisas que eu já fiz, a redação foi onde me encontrei, e me concentrar nela foi a melhor escolha que eu fiz para colocar o meu caminho no rumo certo. E é assim que eu quero ser conhecido. Porque qualidades são visíveis. Atributos, notáveis. As minhas aventuras nas artes visuais que o diga.

Foi dessa maneira que nunca mais quis fazer uma marca, uma logo, porque eu não era designer, nem tenho a pretensão de ser. Marcas envolvem conceitos e não fazem parte de arte como muita gente pensa. Por isso é fundamental separar as coisas. E para quem não estudou profundamente, deixar justamente para quem entende do assunto com profundidade.

Quando você tenta ser um canivete suíço, não consegue fazer tudo de uma maneira perfeita. Em algum momento você vai errar. Em algum momento você vai tropeçar. E se tiver que tropeçar, pelo menos escrevendo eu consigo cair e me recuperar.

No meio de tudo isso, colocar um site no ar. Mas uma hora posso nem ter paciência e quem sabe trabalhar com quem entende. Talvez uma hora não consiga fazer nada sozinho. Aliás, ninguém faz nada sozinho.

Foque em uma coisa. Uma só, no que você gosta. E abra os seus horizontes. Lá fora existem pessoas legais que só querem mostrar do que são capazes, e talvez você nem note.

Conhecido sim. Mas pelo que eu sei fazer de melhor, e não em fazer tudo, onde nem em 10% das coisas, eu consiga fazer algo bem-feito.

Inspirado no desafio Bloganuary do WordPress.com

O tema do nono dia é “O que as pessoas assumem incorretamente sobre você?“. Me chamem para fazer o que eu entendo, e não o que acham que eu entendo. O bom de cada desafio é desabafar às vezes, e cada oportunidade é valiosa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A semana no blog- 19 a 25 de junho Como esconder dados de contatos específicos no WhatsApp A semana no blog- 12 a 18 de junho WhatsApp testa migração de conversas do Android para o iOS A semana no blog- 5 a 11 de junho