A VOZ DAS PALAVRAS

O Twitter virou um verdadeiro canal de expressão, um meio para expressar suas ideias ao mundo em poucas palavras, ou melhor, em 140 caracteres. A mais nova manifestação que parte dos usuários do portal de microblogs, em especial os brasileiros, é um protesto virtual.

O protesto em questão é onde a pessoa digita uma tag com o nome #forasarney em alguma mensagem. É uma manifestação de vários e inúmeros internautas que exigem, como a tag diz, a saída de José Sarney da presidência do senado. Sarney é acusado de autorizar atos sem a publicação no Diário Oficial, os chamados "atos secretos", que na maioria teriam beneficiado o próprio Sarney.

Uma vez escrita, a mensagem se junta a várias outras quando a tag “#forasarney” é digitada na janela de busca da página. E a mensagem se junta a várias outras mensagens de todas as partes do Brasil. E do mundo. Quando a palavra aparece várias vezes, acaba indo parar nos dez assuntos mais comentados pelos internautas em suas postagens, os chamados Trending Topics (tópicos de tendência ou tópicos mais comentados), onde os dez assuntos mais comentados aparecem na página inicial como se fosse uma espécie de ranking. Agora mesmo, no instante que escrevo esta matéria, aparece até #VaiCorinthians, pois hoje é o jogo do Corinthians contra o Internacional, pela final da Copa do Brasil. Também, evidentemente, um dos assuntos mais comentados também é Michael Jackson. No dia de sua morte, todos os 10 assuntos mais comentados eram em relação a ele. Tantas eram as postagens nesse dia que o serviço ficou lento, bem lento.

É uma das provas de que as pessoas não querem apenas ouvir; querem ser ouvidas também. E essa é uma coisa muito interessante que a Internet proporcionou; a oportunidade de as pessoas informarem e serem informadas de tudo o que acontece. E até de fazer ouvir sua voz em forma de um protesto como o #forasarney, silencioso na escrita das palavras, mas ao mesmo tempo bem barulhento. Nunca é demais também lembrar do papel que tiveram as pessoas com as suas páginas no Twitter e também por meio de blogs como esse no caso das eleições no Irã, onde a maioria das informações sobre o que estava acontecendo ali foi passada por meios como esses.

O mundo de alguma forma agora sim se comunica entre si. E posso dizer que tenho o maior prazer de fazer parte desse novo jeito de se comunicar.

Compartilhe este post