A rede social onde eu não estou. Até agora

Em quase 13 anos de blog, aprendi que as maiores ferramentas que você pode usar para divulgar as suas ideias, principalmente as que você coloca aqui, são as mídias sociais. Eu estou em praticamente todas as redes sociais possíveis, ora como @josivandro no Twitter, ora como @josivandroavelar em praticamente todas elas.

Toda vez que uma nova rede social surge, você fica reticente perguntando se vale a pena investir nela. Foi assim com todas as redes que atualmente fazem parte das mídias deste blog.

Demoro às vezes para entrar em uma nova rede social. E quando eu decido entrar, é para valer.

E em várias delas, eu anunciei a minha entrada, como no longínquo ano de 2009 – parece que vai fazer 100 anos mas são 12 – no Twitter. Aqui você vê o anúncio que eu fiz. E tudo começou assim:

E aqui estou eu para anunciar mais uma rede social onde este editor entrou: o TikTok. Era a rede social onde eu não estava até ontem, 14 de julho – sendo registrada esta data como a da criação da mais nova frente de presença digital deste humilde editor. O primeiro vídeo foi publicado na noite de hoje, 15 de julho.

E o que é o TikTok?

Você já sabe que o TikTok é uma rede social de origem chinesa. Pertence a empresa ByteDance e foi lançado em setembro de 2016 com o nome Douyin e tem como foco vídeos curtos. O nome “Douyin” é como o aplicativo é definido na China, pois fora dela a empresa lançou-o com o nome TikTok.

Parecia ser mais uma dessas plataformas de vídeos curtos como o Musical.ly, lembra dele? Então, em 2017 essa rede social foi comprada pela ByteDance, sendo fundida ao TikTok. Daí ele cresceu e hoje conta com quase 500 milhões de usuários em todo o mundo. A rede social está disponível em pelo menos 150 idiomas. Desse modo, a plataforma se firmou como uma rede social de destaque.

E para manter esse destaque, o TikTok investe pesado também em patrocínios; você pode ver a marca deles em placas de publicidade da Copa do Brasil e da Euro 2020, bem como nos intervalos comerciais de emissoras de TV, sendo capaz até de patrocinar o Jornal Nacional. Somente.

E o que você vai fazer lá?

@josivandroavelar

Essa era a rede social mais relevante e expressiva onde eu não estava. Até agora. Sejam bem-vindos! #blog #comunicacao #conteudodigital #conteudo

♬ som original – josivandroavelar

Simples, marcar presença digital. Mas não só isso, entregar conteúdos em uma plataforma a mais.

E não, você não vai ver este editor dançando ou fazendo gracinha. Você vai ver exatamente o que você vê nas demais redes sociais: dicas, informações, ideias, divulgação dos projetos como o podcast Luneta Sonora. Elas também estarão nas outras redes sociais.

Ou seja, pode aguardar muita coisa original e diferente, embora tudo se conecte.

Clique aqui e acesse o TikTok deste editor. Aproveite e siga.

2 comentários em “A rede social onde eu não estou. Até agora”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Recursos que estão chegando no WhatsApp Recursos de segurança do Instagram Bug da câmera do WhatsApp resolvido Backups mais seguros no WhatsApp WhatsApp em quatro dispositivos O bug da câmera do WhatsApp Fotos em alta qualidade no WhatsApp?! O Instagram não é mais uma rede social de fotos?! Como ganhar dinheiro no TikTok Mídias autodestrutivas no WhatsApp?! Links do Instagram para todos?! Pagamentos pelo WhatsApp liberados para todos