A INVASÃO DOS PANFLETOS

Ontem foi dia de eleição, que aqui na Paraíba ainda não terminou, já que a disputa para o cargo de Governo do Estado vai para o segundo turno.
A cidade amanheceu ontem tomada de panfletos de campanha de inúmeros candidatos. A título de exemplo, veja como encontramos as calçadas do Cristo Redentor ontem à tarde:

Estado de uma calçada no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa. Haja papel...

Essa calçada é da Av. 2 de Fevereiro, no Rangel.

E essa outra calçada é de outra parte do bairro do Cristo.

E essa sujeira toda não podia ser encontrada só no Cristo; toda a cidade estava assim, tomada de papel. Estima-se que os agentes de limpeza da Emlur (responsável pela limpeza urbana de João Pessoa) levem pelo menos quatro dias para limpar todo o papel jogado nas ruas da cidade no dia da eleição.

Haja eucalipto para tanto papel jogado nas ruas…

2 comentários em “A INVASÃO DOS PANFLETOS”

  1. É um absurdo esses carinhas sujarem toda a cidade por propaganda política… eles deveriam pelo menos dar um exemplo ajudando a varrer no mínimo uma calçada pra sair ‘bonito’ na TV…

    Vale dizer que cada papel desse aí é dinheiro público, porque certamente eles não tiraram do salário deles pra jogar fora… pode até ter sido deles mesmo, mas é muuuuito difícil que tenha sido.

    Abraços.

  2. Essa poluição causada por material político é um absurdo! Acredito que só com multas poderemos ver esta situação minimizada, mas por outro lado os adversários podem até produzir material só para incriminar seus opositores, pois no país dos políticos éticos podemos esperar tudo. Aqui em Porto Velho vi cenas absurdas como cabos eleitorais passando de moto e jogando calhamaços de panfletos sobre a população que caminhava pelas calçadas. O que esperar de pessoas que não tem o mínimo de zelo com a cidade e seus habitantes na hora de se eleger?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.